Estado de Cabo Verde tem ainda por receber 48 mil contos da Loftleidir pela venda dos TACV

17/12/2020 14:52 - Modificado em 17/12/2020 14:52
| Comentários fechados em Estado de Cabo Verde tem ainda por receber 48 mil contos da Loftleidir pela venda dos TACV

O ministro do Turismo e Transportes, Carlos Santos, confirmou hoje que de facto o Estado de Cabo Verde tem ainda por receber 48 mil contos da Loftleidir pela venda dos TACV.

De acordo com Carlos Santos, os 51% da Transportes Aéreos de Cabo Verde (TACV) foram vendidos à Loftleidir Cabo Verde pelo montante total de 145 mil contos e não 48 mil contos como tem sido dito pelo PAICV.

Santos explicou que na altura da avaliação da empresa, esta indicou que o valor da mesma era de 1.014 mil contos, incluindo os imóveis que a companhia tinha orçado em cerca de 605 mil contos e o valor das peças sobresselentes avaliados em cerca de 318 mil contos.

“Quanto se optou pela venda fez-se uma venda da companhia retirando esses imóveis e as peças sobressalentes que ficaram com o Estado. Feitas estas contas ficaram os 91 mil contos que seriam o valor da empresa”, explicou.

Em março de 2019 o Estado e a companhia chegaram a acordo sobre a compra dos 51% e chegou a um acordo em que fez uma venda por 145 mil contos.

Tendo em conta a dívida acumulada de 96 mil contos do Estado de Cabo Verde para com a empresa, que já vinha gerindo a companhia, afirmou que se chegou a um entendimento, e que faz parte do contrato de compra e venda, para o encontro de contas, tendo ficado por pagar os 48 mil contos.

“Portanto está tudo bem esclarecido e não há como dar a volta a esses 48 mil contos que estão por pagar da mesma forma que em qualquer contrato não se executa o contrato logo no primeiro dia”, sustentou.

Os comentários estão fechados.

Publicidades
© 2012 - 2022: Notícias do Norte | Todos os direitos reservados.