São Vicente, Sal e Boa Vista e em parte Santiago Sul são as ilhas com menores taxas de fecundidade

16/12/2020 16:51 - Modificado em 16/12/2020 16:51
| Comentários fechados em São Vicente, Sal e Boa Vista e em parte Santiago Sul são as ilhas com menores taxas de fecundidade

De acordo com os resultados definitivos do Terceiro Inquérito Demográfico e de Saúde em Cabo Verde (IDSR-III), realizado em 2018, a taxa de fecundidade em Cabo Verde diminuiu de 2,9, em 2005, para 2,5 em 2018, mostrando que o crescimento da população está a desacelerar.

Durante a apresentação destes resultados o director nacional de Saúde, Jorge Barreto diz que os dados mostram que no futuro podemos ter uma população mais envelhecida, menos pessoas jovens, portanto menos mão-de-obra e poderá ter alguma repercussão tal como vemos, neste momento, em países europeus que passam pela mesma situação.

Uma diminuição “preocupante”. Mas, prosseguiu, “é importante” ter esta noção para que se possa tentar prever políticas de modo a evitar as consequências que podem advir.

No entanto, conforme mostra o inquérito, os dados são representativos a nível nacional, ou seja, cada ilha constituiu um domínio de estudo. A ilha de Santiago, avançou, foi dividida em dois domínios, Norte e Sul.

O Coordenador Técnico do Inquérito, Orlando Monteiro, explica que as ilhas com menores taxas de fecundidade são: São Vicente, Sal e Boa Vista e em parte Santiago Sul. A maior taxa ao nível da fecundidade verifica-se na ilha do Fogo e em Santo Antão, nas ilhas mais rurais”, proferiu.

O IDSR-III é um projecto do governo de Cabo Verde e contém informações referentes ao sistema de saúde nacional, particularmente em termos de saúde materna e infantil, saúde reprodutiva, nutrição e práticas alimentares das crianças, atitude e comportamento perante o VIH/Sida e as Infecções Sexualmente Transmissíveis, violência doméstica, entre outros.

A recolha ocorreu entre os meses de fevereiro e maio de 2018, junto de 8.897 agregados familiares. Foram inquiridos um total de 5.361 mulheres de 15-49 anos e 3.106 homens de 15-59 anos e, quase todas as informações recolhidas têm uma representatividade a nível nacional.

O inquérito teve a assistência técnica da Utica Internacional, do Fundo das Nações Unidas para a População (UNFPA), da Organização das Nações Unidas para a Infância (UNICEF), do Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento (PNUD), assim como o empréstimo do Banco Africano de Desenvolvimento (BAD).

Os comentários estão fechados.

Publicidades
© 2012 - 2022: Notícias do Norte | Todos os direitos reservados.