Condutor ‘estraga’ alcoolímetro ao exceder taxa que dispositivo mede

13/12/2020 21:48 - Modificado em 13/12/2020 21:48
| Comentários fechados em Condutor ‘estraga’ alcoolímetro ao exceder taxa que dispositivo mede

Caso ocorreu em Santa Fé, na Argentiina. Homem foi detido.

© Reprodução Twitter / @RedSegVial

Um homem foi detido e vai ser levado à Justiça em Santa Fé, na Argentina, após ter sido ‘apanhado’ a conduzir com álcool no sangue. O que poderia ser a história de uma contra-ordenação ou crime, tomou maiores contornos em todo o mundo uma vez que, ao ser sujeito ao teste do álcool, o cidadão apresentava um valor maior do que aquele que o dispositivo conseguia medir. 

Ou seja, o condutor tinha tanto álcool no sangue que superou o limite do registo do objeto de medição, após, conta o La Razón, ter sido mandado parar por circular em contramão e com as luzes do veículo apagadas.

Sujeito ao teste, em vez dos habituais valores de álcool no sangue, a máquina apresentou três setas para cima, informando que o homem estava a ultrapassar o valor máximo.

No Twitter, a Agencia Provincial de Seguridad Vial (APSV) mostrou a imagem do aparelho e explicou a situação. 

“Este alcoolímetro não está estragado. O condutor tinha um nível de álcool superior àquele que o dispositivo pode medir: mais de 3g/l”, apontou, acrescentando: “Acordemos como sociedade que esta conduta não é admissível. Ao volante, zero álcool”. 

Em Notícias ao Minuto

Os comentários estão fechados.

Publicidades
© 2012 - 2022: Notícias do Norte | Todos os direitos reservados.