António Monteiro acusa Augusto Neves de ditadura na primeira reunião da CMSV – c/vídeo

10/12/2020 22:48 - Modificado em 10/12/2020 22:48
| Comentários fechados em António Monteiro acusa Augusto Neves de ditadura na primeira reunião da CMSV – c/vídeo

António Monteiro diz que a primeira sessão da Câmara Municipal de São Vicente, num encontro com os vereadores, esta começou mal e ficou pior com a proposta de atribuição dos pelouros.

De acordo com o presidente da UCID, que é também vereador eleito pela Câmara Municipal de São Vicente, Augusto Neves foi intransigente desde o primeiro momento, até a suspensão da reunião.

Em conferência de imprensa dada à porta da CMSV, a apontar os factos, António Monteiro explica que o desacerto entre o presidente da Câmara Municipal teve início quando sugeriu sobre a introdução, na manhã desta quinta-feira, na ordem do dia, de um ponto sobre as obras em curso em São Vicente, para dar a conhecer a realidade atual das obras desenvolvidas pela autarquia, mas este não deu nenhuma hipótese a esta proposta.

Sobre a proposta de atribuição dos pelouros, diz que Augusto Neves, numa “jogada política”, propôs o líder da UCID como vereador a tempo inteiro.

Ademais, continua Monteiro, o edil sanvicentino não atribuiu nenhum pelouro ao vereador Anilton Andrade, o sétimo vereador eleito.

Os comentários estão fechados.

Publicidades
© 2012 - 2022: Notícias do Norte | Todos os direitos reservados.