Governo apresenta a primeira fase da Avaliação de Necessidades Pós-Crise Covid-19

22/11/2020 22:11 - Modificado em 22/11/2020 22:11
| Comentários fechados em Governo apresenta a primeira fase da Avaliação de Necessidades Pós-Crise Covid-19

A Apresentação pública da primeira fase da Avaliação de Necessidades Pós-Crise (PCNA+), acontece esta segunda-feira, resultado de um trabalho do governo de Cabo Verde, as Nações Unidas e demais parceiros deram início a um trabalho que visa preparar e antecipar as fases de recuperação e estabilização no pós-Covid, com vista a aperfeiçoar as capacidades do país em suportar futuros choques sistêmicos globais.

“Trata-se de uma rápida avaliação do impacto socioeconómico, através da realização da primeira fase de uma Avaliação de Necessidades Pós-Crise (PCNA +), que definirá os contornos da recuperação” e que segundo o governo, este instrumento tem como objetivo proporcionar uma melhor compreensão do contexto do país na fase pré-COVID-19 e igualmente fornecer alguns dados e descobertas preliminares sobre o impacto da COVID-19.

Com base na Avaliação de Impacto Socioeconómico, foi elaborado o draft de Plano Nacional de Resposta, Recuperação e Promoção da Economia, que será o plano estratégico do país a 18 meses (julho 2020-janeiro 2022) para responder à crise e orientar as medidas públicas para a retoma, fazendo a ponte entre o PEDS 2017-2021 e o PEDS II.

O Plano Nacional de Resposta e Recuperação foi desenvolvido através da Plataforma de Coordenação de Resposta e Recuperação, instalada desde o início da crise com apoio da ONU sob a liderança do Governo de Cabo Verde.

O Plano é o primeiro do género a nível global a ser desenvolvido em conjunto pelo Governo e as Nações Unidas.

A justificativa deste estudo, prende com as consequências altamente negativas para Cabo Verde e para o mundo, derivadas da pandemia da Covid-19.

E que os pequenos Estados Insulares em desenvolvimento, como o Arquipélago, são especialmente vulneráveis a choques externos. “Devido a sua base de recursos deficiente – que inibe a prática da agricultura, manufatura e indústria em grande escala, o país depende fortemente do setor dos serviços, em especial do comércio externo e do turismo, sendo altamente dependente da importação de bens.

Os comentários estão fechados.

Publicidades
© 2012 - 2022: Notícias do Norte | Todos os direitos reservados.