Máscaras cirúrgicas podem ser lavadas e reutilizadas até 10 vezes

17/11/2020 00:04 - Modificado em 17/11/2020 00:04
| Comentários fechados em Máscaras cirúrgicas podem ser lavadas e reutilizadas até 10 vezes

Em vigor em Cabo Verde desde do dia 05 de novembro, uso obrigatório da máscara de proteção, o seu papel tem sido fulcral no combate à propagação do novo coronavírus, daí que o seu correto manuseio seja importante.

Segundo um estudo recente da associação francesa de defesa do consumidor, as máscaras cirúrgicas podem ser lavadas e reutilizadas até dez vezes.

De acordo com os testes realizados em três modelos disponíveis nas grandes superfícies e parafarmácias em França, as máscaras cirúrgicas – teoricamente destinadas a ser deitadas fora após quatro horas de utilização – podem ser lavadas e usadas novamente. Os modelos analisados “mantêm as capacidades de filtragem mesmo após 10 lavagens na máquina a 60°C”, garantiram à edição alemã do Luxemburger Wort, Anne-Sophie Stamane e Gabrielle Théry, as autoras do estudo.

Após várias lavagens, as máscaras descartáveis permaneceram “bem acima dos requisitos mínimos”, de acordo com a UFC-Que Choisir, ou seja, mantiveram a capacidade para agir como barreira às partículas do vírus. Está é também uma boa notícia “para a carteira”, diz a associação. “Mesmo que o preço das máscaras tenha vindo a baixar desde o início da crise, o orçamento para a proteção bucal é considerável. Assim, pode fazer-se poupanças substanciais usando cerca de dez vezes a mesma máscara”, disse Franck Attia, editor-chefe da UFC-Que Choisir.

Em Cabo Verde a lei de obrigatoriedade do uso da máscara em todos os espaços públicos, inclusivo na via pública, entrou em vigor quinta-feira, 5, em todo território nacional e tem por objetivo conter a transmissão do novo coronavírus, e prevê multas entre 1500 escudos até 15 mil escudos, no caso de incumprimento.

De acordo com a lei, ficam de fora desta obrigação os menores de 10 anos e pessoas com problemas de saúde e também durante a prática de educação física desde que o distanciamento social seja respeitado.

Esta medida prevê algumas exceções, podendo a máscara não ser usada nomeadamente nas piscinas e praias, durante a prática de exercício físico ou na realização de passeios nos percursos pedestres nas zonas altas da ilha.

Fonte:wort.lu/pt

Os comentários estão fechados.

Publicidades
© 2012 - 2022: Notícias do Norte | Todos os direitos reservados.