Boris Johnson em isolamento após contacto detetado por app de rastreio

15/11/2020 21:41 - Modificado em 15/11/2020 21:41
| Comentários fechados em Boris Johnson em isolamento após contacto detetado por app de rastreio

O primeiro-ministro britânico terá que ficar em isolamento profilático, de acordo com Downing Street.

© Pool/Samir Hussein/WireImage

Boris Johnson terá que permanecer em isolamento profilático depois de ter sido detetado um contacto com um caso positivo, confirmou este domingo o governo britânico. O alerta foi dado pela aplicação de rastreio do serviço nacional de saúde britânico (NHS), segundo indica o Guardian.

Johnson reuniu-se com um pequeno grupo de deputados durante cerca de meia-hora na quinta-feira, incluindo o deputado de Ashfield, Lee Anderson, que, posteriormente, desenvolveu sintomas da doença e testou positivo.

Reuters escreve que o primeiro-ministro se encontra “bem” e que “não tem sintomas de Covid-19”.

“Vai continuar a trabalhar a partir de Downing Street, incluindo na gestão da resposta do governo à pandemia do novo coronavírus”, indicou um porta-voz do governante.

A declaração não revelou por quanto tempo Johnson planeia estar isolado, mas a orientação das autoridades de saúde do Reino Unido é que qualquer pessoa contactada pelo sistema deve ficar em quarentena durante 14 dias.

Recorde-se que Boris Johnson contraiu a infeção por novo coronavírus a 27 de março deste ano, apresentando primeiramente sintomas ligeiros. Nessa altura, manteve-se a trabalhar em isolamento na residência oficial.

Em abril, porém, o seu estado de saúde agravou-se devido a sintomas persistentes da Covid-19 e necessitou de hospitalização, com um período de três dias nos cuidados intensivos. Teve alta a 12 de abril.

Por altura das celebrações do 72.º aniversário do NHS, o governante recebeu os profissionais de saúde que cuidaram de si. Entre eles estava o enfermeiro português Luís Pitarma.

Em Notícias ao Minuto

Os comentários estão fechados.

Publicidades
© 2012 - 2022: Notícias do Norte | Todos os direitos reservados.