Bailarino Gonçalo Cabral abre Mindelact 2020 com “A Dream is the Dreamer”

13/11/2020 00:29 - Modificado em 13/11/2020 00:29

Com direcção artística, cenografia, texto e concepção coreográfica da portuguesa Catarina Miranda, o espectáculo “A Dream is the Dreamer” deu o pontapé de saída na 26ª edição do Festival Internacional de Teatro do Mindelo (Mindelact 2020) que decorre entre os dias 12 e 15 de Novembro, numa versão mais reduzida.

A peça é um monólogo cujo texto é todo em inglês e estrelado pelo bailarino Gonçalo Cabral, nesta que foi a sua estreia no espetáculo e também no festival Mindelact.

Um desafio, conforme o bailarino que veio substituir o irmão gémeo nesta peça, que originalmente era dançada por ele, e que viu neste convite um “bom desafio” e também a satisfação de ter vindo a São Vicente pela primeira vez.

Com ascendência angolana e cabo-verdiana, Cabral afirma que queria com esta peça deixar um selo de qualidade em nome da família e também uma forma de agradecimento por participar neste evento que é o Mindelact.

Uma estreia absoluta na peça, com um personagem fictício que de “repente o seu corpo se transforma” ao longo da interpretação que inicia com as coordenadas da cidade do Mindelo e que depois expande para o fictício e segundo Gonçalo Cabral,  um espectáculo que deixam ao imaginário das pessoas.

“Para que as pessoas possam trazer este personagem para o seu universo e quiçá vestirem-se nesta pele”, explica Cabral que acredita que o ser humano “é um ser não linear e que todos nós somos passíveis de uma transformação a dada altura das nossas vidas”, sublinha.

“É uma peça que começou em França em 2018, no mestrado. Trazemos sempre a peça para o sítio, ou seja, é inserida no Mindelo, ou seja, começamos sempre com as coordenadas locais e depois explodimos para as ficcionais” explicou a coreografa Catarina Miranda.

E sobre a reacção do público o dançarino mostra-se realizado um “sentimento de missão cumprida” e desejoso de voltar ao país para outras apresentações. 

O Mindelact encerra no domingo com o actor brasileiro, Chico Diaz, com o espectáculo a solo “A Lua vem da Ásia”.

O Festival Internacional de Teatro do Mindelo conta com cerca de 50 artistas de grupos e companhias de Cabo Verde, de Portugal, do Brasil e de Espanha.

Elvis Carvalho

Comente a notícia

Obrigatório

Publicidades
© 2012 - 2020: Notícias do Norte | Todos os direitos reservados.