Marco Soares e Félix Mathaus garantem que vai ser “estranho” jogar no Estádio Nacional sem adeptos

11/11/2020 16:09 - Modificado em 11/11/2020 16:09
| Comentários fechados em Marco Soares e Félix Mathaus garantem que vai ser “estranho” jogar no Estádio Nacional sem adeptos

Marco Soares, o capitão da seleção cabo-verdiana, e o defesa Félix Mathaus salientam que vai ser “estranho” jogar no Estádio Nacional sem a presença dos adeptos, facto que acontece pela primeira vez na história dos jogos da nossa seleção, isto devido a pandemia de covid-19.

Muito experiente nas lides da selecção Marco Soares, que enverga a braçadeira de capitão dos Tubarões Azuis, falou dos dois treinos já realizados e disse que “o grupo está a preparar-se bem” para o duelo desta quinta-feira.

Sobre a ausência de adeptos nas bancadas, Marco afirma ser “algo estranho” para ele já que nunca viu o estádio nacional sem público. Mas, garante que a equipa vai dar tudo a pensar no povo cabo-verdiano que vai estar a torcer, mesmo à distância.

Por sua vez Félix Mathaus, uma das chamadas de última hora, devido a indisponibilidade de outros atletas do sector defensivo, em declarações aos canais da FCF, o defesa natural da Boa Vista e que actua no Académico de Viseu, diz estar feliz com este regresso à selecção.

Sobre o jogo de amanhã, sem público nas bancadas, Mathaus diz ser “estranho”, já que sempre viu pela televisão o estádio nacional com muito calor humano.

A selecção cabo-verdiana de futebol prossegue com a preparação do jogo desta quinta-feira com o Ruanda, com um treino marcado para tarde de hoje no Estádio Nacional. Ontem, a equipa técnica liderada por Bubista pôde, finalmente, orientar um treino com a quase totalidade dos jogadores. Estiveram na sessão 23 dos 25 convocados.

Os comentários estão fechados.

Publicidades
© 2012 - 2022: Notícias do Norte | Todos os direitos reservados.