Milhões de visons despejados em vala comum na Dinamarca por receio de transmitirem mutação da Covid-19

10/11/2020 16:36 - Modificado em 10/11/2020 16:36
| Comentários fechados em Milhões de visons despejados em vala comum na Dinamarca por receio de transmitirem mutação da Covid-19

Receio de que vacina contra o coronavírus se torne ineficaz levou a decisão radical.

Foto: Getty Images

O medo de uma mutação da Covid-19 denominada Cluster 5 levou os dinamarqueses a abater e despejar 17 milhões de visons em valas comuns na Dinamarca. 

Na origem da decisão está uma tentativa desesperada de erradicar uma mutação do coronavírus que será mais resistente às vacinas contra a Covid-19, que se encontram em fase de testes. Até agora foram identificados 13 casos com esta mutação do coronavírus no norte do país, mas as autoridades temem que esta se espalhe pela população tornando a vacina ineficaz contra o vírus.

No total, a mutação foi identificada em 214 pessoas na Dinamarca, de acordo com os últimos dados publicados pelo Statens Serum Institut, centro de referência dinamarquês doenças infecciosas.

Imagens impressionantes mostram escavadoras e camiões de construção civil carregados destes animais mortos. Nestas fotos é ainda mostrado estas máquinas a despejarem os animais em valas comuns de grande dimensão. 

As autoridades do ambiente e saúde dinamarquesas anunciaram que os animais vão ser enterrados em terras militares perto da cidade de Holstebro, no noroeste da Dinamarca, porque não há incineradores suficientes para queimar todos os corpos.

Em CM

Os comentários estão fechados.

Publicidades
© 2012 - 2022: Notícias do Norte | Todos os direitos reservados.