China proíbe entrada de pessoas provenientes da Bélgica e Reino Unido

5/11/2020 13:12 - Modificado em 5/11/2020 13:12
| Comentários fechados em China proíbe entrada de pessoas provenientes da Bélgica e Reino Unido

País onde a pandemia teve início reforçou as suas medidas de segurança de combate à pandemia.

© Reuters

AChina anunciou, esta quarta-feira, que vai proibir a entrada de cidadãos provenientes da Bélgica e do Reino Unido, mesmo que tenham vistos de residência.

A China, país onde teve início a pandemia em finais do ano passado, fechou, em março, as suas fronteiras para combater o vírus e nos últimos meses começou a reabrir de forma faseada as suas portas.

Contudo, num comunicado disponível no site da embaixada chinesa em Londres, o país dá conta de que decidiu “suspender temporariamente a entrada de cidadãos não chineses presentes no Reino Unido”, mesmo que tenham vistos de residência da China.

O mesmo comunicado está disponível no site da embaixada chinesa na Bélgica. Nele pode ainda ler-se que esta é uma medida “necessária” e “temporária”.

Mas as medidas não ficam por aqui. Também os cidadãos provenientes de França, Alemanha, Singapura e Canadá serão sujeitos a novas restrições. Os que chegam à China, provenientes destes países, terão de apresentar provas de diagnóstico, efetuadas dias antes e que estejam validadas pela embaixada chinesa do país de origem.

Em Notícias ao Minuto

Os comentários estão fechados.

Publicidades
© 2012 - 2022: Notícias do Norte | Todos os direitos reservados.