Ilha do Sal é aposta do governo para fazer regressar turismo ao arquipélago

3/11/2020 00:07 - Modificado em 3/11/2020 00:07

A ilha do Sal, com apenas três casos ativos de covid-19, constitui a grande aposta na retoma do turismo em Cabo Verde, já com voos organizados a partir de 15 de dezembro, revelou primeiro-ministro esta segunda-feira.

O sinal com a manutenção do estado de contingência na maioria das ilhas do país, adiantou o governante, é de que mesmo saindo do estado de calamidade, como aconteceu com a ilha do Sal, as medidas de proteção devem manter-se.

“Portanto o uso de máscaras, que vai ser obrigatório a partir do dia 05, o distanciamento social e a higienização. Independentemente do estado em que estivermos, é necessário que todos façam, particularmente na ilha do Sal, porque nós estamos a preparar a ilha para o retorno ao turismo e é fundamental que cada um seja guardião da proteção”, referiu Ulisses Correia e Silva.

O anúncio de Ulisses Correia e Silva surge depois de o Governo ter prorrogado, domingo, apenas nas ilhas de Santiago e do Fogo o estado de calamidade até ao final do dia 14 de novembro, o que não aconteceu para a ilha do Sal, a mais turística do arquipélago, com o primeiro-ministro a justificar a decisão com os “números baixos” da pandemia (três casos ativos dos 739 em todo o país).

“Mas há sempre uma janela de oportunidade. Nós temos estado a trabalhar diretamente com os principais operadores turísticos, já há lançamento de oferta para a vinda a Cabo Verde de voos organizados e esperamos que se concretize. Tudo deverá acontecer a partir de 15 de dezembro”, destacou Ulisses Correia e Silva.

Com a prorrogação do estado de calamidade nas duas ilhas mais afetadas atualmente pela pandemia, Santiago e Fogo, e com o estado de contingência para todas as restantes, passou a ser obrigatória a realização de testes rápidos de despiste à covid-19 para todos os passageiros das ligações interilhas com destino ao Sal e à Boa Vista, as duas principais ilhas turísticas de Cabo Verde.

Comente a notícia

Obrigatório

Publicidades
© 2012 - 2020: Notícias do Norte | Todos os direitos reservados.