UCID e MPD divergem sobre medidas tomadas pelo Governo sobre a covid-19 em São Vicente

28/10/2020 22:42 - Modificado em 28/10/2020 22:42
| Comentários fechados em UCID e MPD divergem sobre medidas tomadas pelo Governo sobre a covid-19 em São Vicente

Dois dos partidos políticos com assento parlamentar UCID (oposição) e o MPD (poder) divergiram-se hoje sobre as medidas tomadas pelo Governo acerca das medidas sanitárias, económicas e sociais para o contexto da pandemia em São Vicente.

Para o deputado da União Cabo-verdiana Independente Democrática (UCID), António Monteiro, a ilha de São Vicente tem muitas famílias em dificuldades porque, apesar das promessas, não receberam os apoios que o Governo garante terem sido distribuídos.

Por isso, sugeriu a diversificação da economia cabo-verdiana para evitar os “sufocos” provocados pela pandemia da covid-19, devido a dependência de um único sector.

António Monteiro apelou ao Governo a fazer os investimentos necessários a nível da agricultura por forma a que os “agricultores cabo-verdianos e os criadores de gado possam ter condições para desenvolverem este sector económico e consequentemente poderem alimentar as pessoas e as famílias cabo-verdianas com menos recurso às importações e consequentemente gerar riqueza internamente”.

Já o deputado do MPD por São Vicente, João Gomes, não se revê nas afirmações do deputado da UCID e defendeu que o lay-off concedido a 429 empresas em São Vicente, que empregam mais de 4 mil trabalhadores, foi uma das boas medidas tomadas pelo executivo para fazer face a crise provocada pela covid-19.

“Nunca em São Vicente tivemos tanta gente a trabalhar na construção civil como agora, onde temos milhares de pessoas a trabalhar. Se não fosse a confiança que este Governo trouxe para a construção civil, obviamente que as dificuldades seriam imensas” ressalvou.

Porém, enalteceu que nunca se pode ficar feliz, porque se quer sempre mais no sector do turismo, do sector privado, mas lembrou que em São Vicente está-se neste momento a ultrapassar o período mais “difícil” da pandemia, devido ao aumento do número de casos.

“Um bem-haja ao Governo e que continue a fazer transmitir esta confiança a população de São Vicente” rematou.

Os comentários estão fechados.

Publicidades
© 2012 - 2020: Notícias do Norte | Todos os direitos reservados.