Autárquicas 2020/São Vicente: Cumprimento das regras sanitárias e pouca afluência de eleitores marcam as primeiras horas das eleições

25/10/2020 15:46 - Modificado em 25/10/2020 15:46

As primeiras horas das eleições em São Vicente têm sido marcadas pelo cumprimento das medidas de prevenção contra a propagação da covid-19, mas também pela tranquilidade com que decorrem as votações em várias mesas de votos espalhadas pela ilha.

Até ao momento, registou-se uma baixa afluência de pessoas nas mesas de voto o que tem possibilitado o cumprimento das medidas de prevenção contra a covid-19. Nas assembleias de voto os integrantes encontram-se devidamente equipados com máscaras, viseiras e produtos de higienização das mãos.

Nestas primeiras horas reinou o clima de normalidade e sem sobressaltos, visto que muitas pessoas deixam para votar nas últimas horas antes do fecho das urnas, o que acontece às 18 horas.

A Polícia Nacional tem estado no terreno a fiscalizar o pleito eleitoral, mas sem nenhuma intervenção a registar.

De notar que a falta de condições para os eleitores com dificuldades motoras é até agora um dos pontos a ressalvar, sendo que em muitos locais de votos são sujeitos a subir escadas, e que em muitos casos são os parentes que tem de carregá-los para que possam exercer o seu direito de voto.

Em São Vicente estão inscritos 52.686 eleitores, dos quais 178 são estrangeiros, estão distribuídos por 192 mesas de voto em toda a ilha, mais 45 em relação às últimas eleições.

Concorrem à presidência da CMSV, Augusto Neves (MPD), António Monteiro (UCID), Albertino Graça (PAICV) e Nelson Lopes (Movimento Más Soncent).

Comente a notícia

Obrigatório

Publicidades
© 2012 - 2020: Notícias do Norte | Todos os direitos reservados.