Autárquicas 2020/São Vicente: candidatos apostam forte na juventude nos contactos porta-a-porta

21/10/2020 23:14 - Modificado em 21/10/2020 23:14
| Comentários fechados em Autárquicas 2020/São Vicente: candidatos apostam forte na juventude nos contactos porta-a-porta

As eleições autárquicas de 2016 em Cabo Verde registaram uma taxa de abstenção de 41,7%, a terceira maior na história do país, com a ilha de São Vicente com um registo de  (47,2%). Por isso o objetivo das candidaturas às eleições de domingo, 25 de outubro, é reduzir esta taxa de abstenção e/ou evitar um aumento, principalmente por parte do eleitorado jovem  que normalmente engrossa a taxa de abstenção.

Desde o dia 08 que as candidaturas estão no terreno em contacto com o eleitorado, cada um, à sua forma, a dar a conhecer o seu trabalho, a apresentar projetos, de forma a conseguir para si os votos necessários.

Para estes candidatos, os jovens constituem um dos maiores segmentos da população. Eles representam uma boa percentagem do eleitorado nacional, o que mostra como o voto dessa camada será determinante nas eleições.

No entanto, apesar disso, estão cientes que “o jovem sente-se abandonado e, com isso, ele acaba também abandonando a política” e que quando se fala em política, a juventude se sente desmotivada.

Portanto, durante estes dias, o foco tem sido a juventude, que segundo Nelson Lopes do Más Soncent, os jovens precisam de políticas para enfrentar o problema do desemprego, embora São Vicente seja uma ilha “cheia de potencialidades e oportunidades para todos”, mas que precisa ser “bem governada”.

O candidato da UCID à Câmara Municipal de São Vicente, António Monteiro garante apostar numa política transversal para a juventude que integra emprego, habitação, economia, desporto e cultura. E para isso, quando for presidente vai trabalhar na procura de “investimentos e dinamizar” a economia de São Vicente e criar postos de trabalho e rendimento para os jovens.

Já a candidatura do MpD à câmara de São Vicente, liderada por Augusto Neves, que concorre à sua própria sucessão, promete continuar a fazer o que fez no seu mandato em São Vicente e o que vai fazer se renovar o mandato.

“Temos obra feita em toda a ilha, em todos os níveis, do desporto à cultura, passando pelas infraestruturas e o aspecto social e vamos fortalecer esse trabalho, agora incidindo a habitação para a juventude”,

O candidato do PAICV à Câmara Municipal de São Vicente, Albertino Graça, que esteve em contactos porta-a-porta na zona de Vila Nova, afirmou que o futuro da juventude mindelense depende de uma política adequada à realidade e que por isso apostará numa política virada para a juventude.

Entretanto, apesar das várias promessas e apelos da participação dos jovens, nos contactos porta-a-porta, é notório após algumas conversas admitirem que não votar nas eleições municipais deste ano.

A corrida por votos em São Vicente tem passado por contactos diretos, através do porta-a-porta, em todas as comunidades e na insistência com a juventude, a maioria da população, para que vá às urnas no próximo dia 25 de outubro, de modo a baixar a taxa da abstenção.

Durante esta cobertura encontramos muitas pessoana faixa dos trinta anos  que nos disseram que deixaram de votar, outros nunca votaram. Dizem que os políticos não tratam a juventude como prioridade, não obstante o velho discurso de sempre.

Em São Vicente, para as eleições do dia 25 de outubro, estão inscritos 52.686 eleitores (mais 884 em relação ao escrutínio de 2016), dos quais 177 cidadãos estrangeiros, distribuídos por 142 mesas de voto.

A nível nacional participam na corrida um total de 65 candidatos, sendo 22 do MpD, 22 do PAICV, sete da UCID, dois do PP (um no município da Praia e um para Assembleia Municipal na Boa Vista) e mais 12 candidatos independentes que disputam as câmaras municipais da Ribeira Grande (1), de Santa Catarina (1), São Domingos (1), Tarrafal de São Nicolau (1), Sal (1) Tarrafal de Santiago (2), Praia (4) e São Vicente (1).

Os comentários estão fechados.

Publicidades
© 2012 - 2020: Notícias do Norte | Todos os direitos reservados.