Jovens salenses criam primeira plataforma de vendas online no Sal para driblar desemprego e evitar aglomerações nas lojas

21/10/2020 21:50 - Modificado em 21/10/2020 21:50
| Comentários fechados em Jovens salenses criam primeira plataforma de vendas online no Sal para driblar desemprego e evitar aglomerações nas lojas

A pandemia do novo coronavírus trouxe várias consequências negativas. Uma delas é o facto de que muitos cabo-verdianos, e não só, estarem a perder os seus empregos. É o caso de Randy Cardoso, que juntamente com outros parceiros criaram a plataforma online “salensecv” como forma de driblar a situação.

Randy Cardoso explica que este projeto se “encaixa perfeitamente” à conjuntura em que se vivia no momento, visto que ajuda a combater as aglomerações nas lojas e possibilitar às pessoas da ilha do Sal terem acesso aos produtos alimentares que necessitam diariamente.

“O comércio a retalho na ilha do Sal quase que nunca sofreu alguma alteração, provocada por inovações. Por isso, o Salense veio com o objetivo de revolucionar o comércio a retalho na ilha, através do uso de tecnologias e métodos, que já são amplamente aplicados no exterior, mas que aqui não havia sinais de que iriam ser aplicados a curto prazo” sustenta.

Neste momento assegura que são 3 parceiros, sendo que trabalham a partir de casa, que quando algum cliente faz um pedido através do website, recebe uma notificação na plataforma e faz o download da encomenda. “Caso for uma compra pequena, a entrega da mesma é feita de bicicleta, mas caso for uma compra grande, a entrega é feita de carro” diz.

“A resposta tem sido muito positiva, visto que, para além de atendermos a pessoas que preferem não contribuir com aglomerações em espaços públicos, também atendemos as necessidades de pessoas que não tem paciência e nem tempo para ir às compras” afirma.

Este nosso entrevistado enaltece que se inspiram na empresa Amazon, que é uma das maiores e melhores plataformas de e-commerce do mundo. “Porém, quisemos dar uma identidade própria ao website para que ficasse mais familiar aos salenses”.

Para o desenvolvimento da plataforma Salense, este explica que estão a criar parcerias com empresas nacionais, com destaque para uma empresa que presta serviços financeiros e de cloud para empreendedores, sediada na ilha de Santiago.

Randy Cardoso dá conta que para o futuro próximo, pretendem introduzir mais fornecedores de produtos variados na plataforma, dando aos salenses mais opções de escolha e mais qualidade de serviço, pretendendo integrar serviços de envio e recebimento de mercadorias inter-ilhas e internacionais e, além disso, o mercado da entrega de refeições takeaway é um objetivo que será alcançado “muito em breve”.

Para a divulgação do projeto diz que tem recorrido sobretudo às redes sociais, mas também a cartazes e flyers espalhados pela ilha do Sal.

“Temos um grande caminho pela frente para conquistarmos a confiança das pessoas. Mas acreditamos no nosso potencial e no trabalho que temos desempenhado durante estas semanas de existência” concluiu.

Os comentários estão fechados.

Publicidades
© 2012 - 2022: Notícias do Norte | Todos os direitos reservados.