Autárquicas de 2020: PAICV e UCID acusam a líder parlamentar do MpD de fazer campanha no parlamento

15/10/2020 23:05 - Modificado em 15/10/2020 23:05
| Comentários fechados em Autárquicas de 2020: PAICV e UCID acusam a líder parlamentar do MpD de fazer campanha no parlamento

Na sua declaração feita hoje no segundo dia da I Sessão de Outubro, a líder parlamentar do Movimento para Democracia (MpD) enumerou os ganhos conseguidos pelas autarquias nacionais, afirmando que os presidentes das respetivas estão “orgulhosos” do Governo do MpD, com o qual “não há e nem haverá desvios de recursos para fins outros” porque este é “pela transparência”.

 Neste sentido, os partidos da oposição, PAICV e UCID, acusaram Joana Rosa de usar a sua declaração política como um truque para fazer campanha a favor dos candidatos do MpD às próximas eleições autárquicas, o que consideraram uma violação do regimento do parlamento.

Para o deputado Felisberto Vieira do Partido Africano da Independência de Cabo Verde (PAICV), o que aconteceu na casa parlamentar, foi um gesto antidemocrático da líder parlamentar do MpD  aquilo que fez e para piorar, utilizou de um instrumento, “um meio ilegítimo para exercer um direito que poderia se feito num outro espaço e não pela via da violação do regimento”.

Também considerou que a declaração de que as autarquias tiveram ganhos apenas com a governação do MpD. “Não é verdade que o poder local só é forte quando o MpD está no poder”, frisando que devem valorizar todos aqueles que deram o seu contributo em prol dos municípios  “Vários autarcas, que concorreram com as camisolas dos partidos políticos, quer aqueles que ousaram concorrer com a camisola da sociedade civil e como grupo de independentes, mas que ganharam os partidos políticos”.

A União Cabo-verdiana Independente e Democrática (UCID), por seu lado, na voz do deputado João Santos Luís, considerou que há lugares próprios para se fazer apelo ao voto, mas não através do parlamento e, por isso, sublinhou que ir ao parlamento e “fazermos apelo ao voto de forma descarada, aos olhos de todos os cabo-verdianos, não deve ser”.

Os comentários estão fechados.

Publicidades
© 2012 - 2022: Notícias do Norte | Todos os direitos reservados.