Escola Jorge Barbosa regista mais um caso positivo: Direção não pondera para já suspender as aulas

15/10/2020 20:54 - Modificado em 15/10/2020 20:54
| Comentários fechados em Escola Jorge Barbosa regista mais um caso positivo: Direção não pondera para já suspender as aulas

Devido ao aparecimento de alguns casos positivos detetados a alunos da escola Jorge Barbosa, alguns país e professores mostram-se preocupados com este cenário, mas segundo a diretora deste estabelecimento de ensino, por enquanto não há motivos para suspender as aulas e aponta que a Delegacia de Saúde está preparada para combater os casos da doença.

Conforme a diretora da ESJB, Gilda Fortes, em declarações ao Notícias do Norte, a escola tem um plano de contingência que está a seguir e a trabalhar conjuntamente com a Delegacia de Saúde, que fornece as orientações.

“Os pais estão preocupados mas a escola estava preparada para receber alunos e professores. A partir do dia 02 de outubro, alguns pais entraram em contacto connosco alertando que os filhos tinham acusado positivo a testes realizados. Pelo menos os primeiros casos não aconteceram cá na escola”, salienta.

No entanto, esclarece que a escola foi desinfestada ontem pela Delegacia de Saúde, motivo pelo qual não houve aulas na parte da manhã, pois o edifício estava sendo higienizado. “A Escola foi desinfestada, mas por prevenção, devido ao aparecimento dos casos de alunos que estudam aqui, mas que não apanharam o vírus aqui dentro” elucida a mesma fonte.

Instada a responder se já houve alguma ponderação no sentido de suspender as aulas, a mesma garante que a Delegacia de Saúde de São Vicente está “bem preparada” para atuar e dar combate a novos casos que eventualmente venham a surgir.

“Acho que se a Delegacia de Saúde não estivesse preparada para enfrentar os casos de Covid-19, a escola já teria sido fechada, levando em conta o que se tem passado nas outras ilhas” sustenta.

No entanto, diz que as pessoas têm de mudar de atitude e aprender a conviver com o vírus, pois entende que este não vai desaparecer tão rapidamente. Assim sendo clarifica que se não houver uma mudança de atitude e de comportamento os casos da doença vão continuar a aparecer, seja na escola ou noutros pontos da ilha.

Sobre alguma aglomeração de alunos da escola fora do recinto escolar, constatada por nós, a directora esclarece que fizeram a sua parte, com uma semana cívica onde cada director de turma esteve com os alunos a falar do plano de contingência das medidas preventivas que têm de adotar nesta pandemia.

 “Claro que é uma preocupação, mas não conseguimos controlar porque a partir do momento que estão lá fora daí já fazem o que dão-lhes na vontade. Acho que a família aqui tem um papel muito importante, visto que quando já não estão na escola devem alertar os filhos da forma como têm de comportar, perante os mesmos. A disciplina é fundamental” assevera.

De realçar que esta quinta-feira, 15, foi diagnosticado mais um caso positivo a um estudante da escola. Nesta sexta-feira, 16, a Delegacia de Saúde vai estar na escola para efetuar teste de despiste a alunos e professores das turmas em que já foram diagnosticados casos de Covid-19.

Os comentários estão fechados.

Publicidades
© 2012 - 2022: Notícias do Norte | Todos os direitos reservados.