Prisão Preventiva para filho suspeito de ter assassinado mãe em Porto Novo

9/10/2020 21:50 - Modificado em 9/10/2020 21:50
| Comentários fechados em Prisão Preventiva para filho suspeito de ter assassinado mãe em Porto Novo

O Tribunal da Comarca de Porto Novo aplicou esta sexta-feira, 09, prisão preventiva para o filho suspeito de matar, esquartejar e enterrar a própria mãe, no concelho do Porto Novo.

O principal suspeito de 25 anos, que é tido como o provável autor da morte trágica da própria mãe, aguardará assim o decurso do processo na prisão, como medida de coação aplicada pelo tribunal da comarca local.

Já o companheiro que supostamente terá ajudado a matar Eugénia Brito, foi libertado por no entender o juiz não haver provas concretas de que terá participado na morte de Eugénia Brito.

Recorde-se que Eugénia Brito estava desaparecida desde o passado domingo e o corpo viria a ser encontrado, ontem, enterrado numa ribanceira distante da cidade, esquartejada e em avançado estado de decomposição.

Ao que consta o suspeito terá auxiliado a polícia e os bombeiros nas buscas da mãe, sendo que uma denúncia mudou o rumo do caso, terminando na descoberta deste crime macabro.

Os comentários estão fechados.

Publicidades
© 2012 - 2022: Notícias do Norte | Todos os direitos reservados.