Espanha quer permitir aborto a jovens de 16 e 17 sem autorização dos pais

8/10/2020 16:39 - Modificado em 8/10/2020 16:39
| Comentários fechados em Espanha quer permitir aborto a jovens de 16 e 17 sem autorização dos pais

A ministra da Igualdade espanhola quer revogar a reforma que foi aprovada em 2015.

© Getty Images

Aministra da Igualdade espanhola, Irene Montero, anunciou esta quarta-feira, que o governo quer revogar a reforma da lei do aborto, aprovada em 2015. A mudança, para a qual ainda não há prazo, significa eliminar a necessidade de consentimento dos pais para menores de 16 e 17 anos que desejam interromper a gravidez.

De acordo com a ministra, o Governo já começou a trabalhar para tornar efetiva a revogação, “com o objetivo de que todas as mulheres tenham o direito de decidir sobre os seus próprios corpos”, cita o El País.

Montero defende que esta é uma reforma “mais do que necessária” e acrescentou que serão introduzidas mais mudanças, sendo a educação sexual uma peça fundamental, uma vez que é uma “vacina” no combate à violência de género. A reforma incluirá ainda as “mais novas formas” de contraceção.

Em Notícias ao Minuto

Os comentários estão fechados.

Publicidades
© 2012 - 2022: Notícias do Norte | Todos os direitos reservados.