Novos preços dos combustíveis: Descida no preço do gasóleo e aumento do gás butano

1/10/2020 13:21 - Modificado em 1/10/2020 13:21
| Comentários fechados em Novos preços dos combustíveis: Descida no preço do gasóleo e aumento do gás butano

A Agência Reguladora Multissectorial da Economia (ARME) estabeleceu novos preços máximos dos combustíveis que apontam para uma descida no preço do gasóleo e aumento do gás butano, a contar a partir das zero horas desta quinta-feira, 01.

De acordo com o comunicado sobre a nova tabela de preços, o gasóleo normal passa a ser vendido a 74,40 ECV/L, a gasolina a 101,50 ECV/L, o petróleo a 59,40 ECV/L, o gasóleo electricidade a 59,20 ECV/L, o gasóleo marinha a 49,50 ECV/L, o Fuel 380 a 52,30 ECV/L  e o Fuel 180 a 55,10 ECV/L.

O gás butano, segundo a mesma fonte, passa a ser vendido a granel por 117,60 ECV/Kg, sendo que as garrafas de 3Kg passam a ser vendidas a 335,00 ECV; as de 6 Kg,  706,00 ECV; as de 12,5Kg a 1.470,00 ECV e as de 55Kg a 6.467,00 ECV.

De acordo com o comunicado hoje emitido pela ARME, os dados publicados no Platts European Marketscan e LPGasWire, os preços médios dos combustíveis nos mercados internacionais, cotados em USD/ton, diminuíram durante o mês de Setembro relativamente ao mês de Agosto, com excepção do butano.

“Durante o mês de Setembro, os preços do petróleo nos principais mercados internacionais mantiveram a tendência de descida, num mês em que o fortalecimento do dólar e as incertezas sobre a economia mundial continuam a influenciar de forma negativa as cotações da commodity”, lê-se na nota.

A nota da ARME salienta ainda que a evolução dos preços dos produtos petrolíferos no mercado internacional, aliada à depreciação do euro face ao dólar americano, determinou os preços dos combustíveis no mercado nacional.

Assim, no mercado interno, os preços da gasolina, petróleo, gasóleo normal, gasóleo electricidade e gasóleo marinha diminuíram em 10%, 4,4%, 4,37%, 5,43% e 5,53% respectivamente. Os preços do Fuelóleo 180 e Fuelóleo 380 também diminuíram em 7,60% e 7,24% respectivamente. O butano evidenciou um aumento em cerca de 5,28%.

Comparativamente ao período homólogo (Outubro de 2019), a variação média dos preços dos combustíveis corresponde a uma diminuição de 14%, e, relativamente à variação média ao longo do ano em curso, ela corresponde a um decréscimo de 3%.

O temor da imposição de novas medidas de confinamento, devido à subida de casos de coronavírus na Europa, continua a afectar a procura de petróleo bem como as perspetivas do mercado que continuam negativas. Os novos valores do parâmetro CP (Custo de Aquisição do Produto) e os correspondentes preços máximos de venda ao consumidor final dos combustíveis regulados passam a vigorar de 01 a 31 de Outubro de 2020.

Os comentários estão fechados.

Publicidades
© 2012 - 2022: Notícias do Norte | Todos os direitos reservados.