PAICV em São Vicente acusa câmara municipal de contribuir para o agravamento das condições urbanísticas precárias da ilha – c/vídeo

16/09/2020 23:25 - Modificado em 16/09/2020 23:25
| Comentários fechados em PAICV em São Vicente acusa câmara municipal de contribuir para o agravamento das condições urbanísticas precárias da ilha – c/vídeo

Para o presidente da Comissão Política Regional (CPR) do Partido Africano para a Independência de Cabo Verde (PAICV) em São Vicente, a responsabilidade é do presidente da Câmara Municipal de São Vicente, que também é responsável pelo Pelouro do Urbanismo que concede lotes de terrenos nas ribeiras, como forma de conseguir votos.

Apesar do regozijo pela queda das chuvas, Alcides Graça não deixa de apontar o dedo ao presidente da câmara após ter constado várias “fragilidades urbanísticas graves que contribuíram para as inundações, enxurradas, desabamentos e desalojamento de algumas famílias”.

Graça diz que embora não se consiga prever as consequências da força da natureza, por outro lado, é da obrigação, enquanto cidadãos e enquanto políticos com responsabilidade ao nível da protecção civil, “de não contribuir para o agravamento das condições urbanísticas precárias das nossas cidades”, refere.

Portanto, para este responsável político na ilha, quem cria lotes de terrenos nas ribeiras, bloqueando o caminho da água está a contribuir para o perigo que isso pode trazer com a queda de chuvas fortes.

“Quem concede lotes de terrenos nas encostas sem qualquer plano urbanístico, ou concede um lote de terreno tapando o caminho da água da chuva, encravando uma moradia, sabendo que no caso de chuva a família corre risco de vida, deve ser responsabilizado pelas consequências inerentes”.

EC

Os comentários estão fechados.

Publicidades
© 2012 - 2022: Notícias do Norte | Todos os direitos reservados.