Movimento Eco-Feminismo CV organiza formação em comunicação para advocacia

15/09/2020 15:05 - Modificado em 15/09/2020 15:05

O evento organizado pelo grupo Eco-Feminismo CV, tem como objectivo, segundo um comunicado de imprensa, capacitar os jovens cabo-verdianos interessados em trabalhos de ação social.

A formação promovida pela plataforma “Mulher Cabo-verdiana e as Mudanças Climáticas”, visa promover a cidadania e neste sentido tem como público-alvo da formação on-line, os líderes e membros das organizações da sociedade civil.

O tema “Comunicação para Advocacia” é uma das áreas de estratégias de comunicação promovida pela Eco-Feminismo com o objetivo de preparar líderes e membros das organizações da sociedade civil para lidarem com a complexidade da negociação e informação, desde a fase de identificação da causa à aprovação de políticas públicas que beneficiam as áreas objeto da advocacia.

A ação de formação que estará a cargo da jurista Edna Moreira, segundo nota de imprensa, caracteriza-se pela argumentação e defesa de causas e direitos a ponto de influenciar a criação de políticas públicas efetivas.

“O exercício da cidadania tem um papel fundamental na diminuição de desigualdades e injustiças sociais, na promoção de bem-estar e da dignidade, principalmente dos membros marginalizados da sociedade”, lê-se na nota de imprensa.

A advocacia é uma prática ativa de cidadania e caracteriza-se pela argumentação e defesa de causas e direitos, podendo influenciar a criação de políticas públicas efetivas em benefícios aos temas debatidos.

Comente a notícia

Obrigatório

Publicidades
© 2012 - 2020: Notícias do Norte | Todos os direitos reservados.