Monteiro formaliza candidatura à Câmara de São Vicente “com nova maturidade”

15/09/2020 00:15 - Modificado em 15/09/2020 00:15
| Comentários fechados em Monteiro formaliza candidatura à Câmara de São Vicente “com nova maturidade”

A União Cabo-verdiana Independente e Democrática, UCID, fez esta segunda-feira, a entrega formal, no Tribunal da Comarca de São Vicente, da candidatura de António Monteiro à presidência da Câmara Municipal de São Vicente.

Após o acto de formalização da candidatura, com a entrega dos documentos referentes às eleições autárquicas de 25 de outubro, candidato pela quinta vez, aponta como diferencial, desta vez, “mais maturidade, mais conhecimento e acima de tudo uma vontade mais forte dos anos anteriores em retirar Augusto Neves da cadeira da câmara municipal”, referiu Monteiro.

Com o lema “São Vicente é especial, Monteiro a Melhor Opção”, o candidato da UCID em São Vicente afirma que o objectivo é fazer um bom trabalho à frente da edilidade, conjuntamente com os vereadores e todo o pessoal da Assembleia e “a partir de São Vicente influenciar Cabo Verde a nível da política”.

Com base em “fortes princípios”, Monteiro diz que foi buscar “gente capaz de trabalhar para o desenvolvimento de São Vicente e que “na feitura da lista tivemos que estreitar determinados critérios”, indo atrás de pessoas capazes de dar respostas às solicitações que a ilha tem neste momento.

E para isso, garante uma aposta numa futura gestão camarária nos vários aspectos e que volte a ser um exemplo, como era no tempo da antiga edil Isaura Gomes, isso porque considera que “neste momento é um lamaçal”.

Quer ainda uma gestão de território e urbanista que pense em São Vicente, não no presente, mas com uma visão do futuro, com um planeamento estratégico que a ilha se “desenvolva de forma suave e tranquila”.

O terceiro pilar desta candidatura diz respeito às questões sociais. António Monteiro quer a próxima equipa, da UCID, venha a trabalhar de forma acentuada nesta questão e que seja, uma câmara que consiga responder dentro das suas capacidades, à demanda, principalmente das pessoas mais pobres da ilha. “Temos pessoas competentes na área, com formação em políticas sociais e que podem mudar o modelo atual da câmara em termos de política social”, refere António Monteiro que promete fazer um trabalho em prol das pessoas, independentemente da sua cor política.

Não menos importante, quer arriscar-se nas tecnologias de informação e comunicação, e adoptar São Vicente, após o 25 de outubro, quando vencer as eleições, de uma melhor aplicação das tecnologias e trabalhar para colocar a câmara na linha da frente de todos os municípios e poder servir os munícipes da melhor forma, onde quer que estejam.

E dentro desta política, trazer uma melhor maior transparência na gestão dos territórios e dos solos e uma maior clarividência no seu dia a dia.

Para encabeçar a lista à Assembleia Municipal a UCID escolheu Dora Pires.

Os comentários estão fechados.

Publicidades
© 2012 - 2022: Notícias do Norte | Todos os direitos reservados.