Jovem universitária em parceria com AGJSBV apresenta semáforo do toque para combater pedofilia

10/09/2020 14:17 - Modificado em 10/09/2020 14:17
| Comentários fechados em Jovem universitária em parceria com AGJSBV apresenta semáforo do toque para combater pedofilia
Foto: Boa Vista No Ar

A ilha da Boa Vista acolheu em primeira mão, o workshop sobre o semáforo do toque, para ajudar a travar a pedofilia em Cabo Verde.

Trata-se de uma iniciativa da jovem universitária Ney Pereira, em parceria com a Associação de Grupos de Jovens Solidários da Boa Vista, AGJSBV.

A jovem universitária Ney Pereira, ao Boa Vista No Ar, disse que o workshop se enquadra no projecto “Prendi Li”, que visa incutir nos pais e nas crianças, formas simples e práticas de travar o abuso/agressão sexual de menores, com um simples toque do semáforo.

Com isso, pais e encarregados de educação do bairro de Boa Esperança, de forma atenta ouviram as explicações da formadora de como orientar as crianças a detetar uma tentativa de abuso.

O toque do semáforo indica as partes do corpo, onde pode e não pode ser tocado ou ainda as partes que representam alguma chamada de atenção ou dá sinais do risco do abuso sexual ou pedofilia.

O presidente da AGJSBV sublinhou que o workshop foi desenvolvido para auxiliar no combate contra este tipo de crime que tem aumentado na ilha da Boa Vista. Já Lamine Rash, adiantou que o próximo passo é incutir nas crianças do bairro, o toque de semáforo, para evitar males maiores na comunidade.

Os comentários estão fechados.

Publicidades
© 2012 - 2022: Notícias do Norte | Todos os direitos reservados.