UCID diz que preço do teste PCR é “exagerado” e pede reajuste do Governo

10/09/2020 13:28 - Modificado em 10/09/2020 13:28
| Comentários fechados em UCID diz que preço do teste PCR é “exagerado” e pede reajuste do Governo

O presidente da União Cabo-verdiana Independente e Democrática-UCID, António Monteiro, garante que o Governo esteve “muito mal” ao deixar que a ERIS por si só afixasse o valor do teste PCR, entendendo que com isso o país sai a perder e por isso pede ao executivo que reanálise esta deliberação.

António Monteiro que falava em conferência de imprensa hoje no Mindelo, sustentou que o valor a pagar pelos utentes é “exorbitante”, visto que a realidade cabo-verdiana, financeiramente e economicamente “não comporta o pagamento deste custo, por parte dos nacionais cabo-verdianos, independentemente do local onde estejam a viver”.

“O Governo andou muito mal quando deixou esta responsabilidade, de forma objectiva, na mão de uma agência reguladora, sem que desse instruções claras para se ter em consideração o facto de Cabo Verde ser um país turístico e de emigração” enfatizou.

Para o líder dos democratas cristãos, o Governo deverá intervir solicitando à ERIS que reanálise o custo de 14 mil escudos, vincando que uma parte deste custo deve ser assumida pelo executivo, isto para que Cabo Verde possa ter a possibilidade de ser competitivo relativamente a outras partes do mundo sobretudo a nível do turismo e permitir que os cabo-verdianos residentes no estrangeiro possam aproveitar este tempo de verão para visitar a família e “deixar um pouco mais de recursos financeiros” no país.

“Este valor pode ser uma machadada naquilo que é a opção do Governo na retoma do turismo”, aclarou.

Por outro lado, Monteiro, reconheceu que os viajantes têm que assumir algum custo com o teste PCR, mas pediu que se estabeleça um paralelismo com outros países europeus, sobretudo, França, Espanha e Portugal para estabelecer um valor razoável.

De realçar que o diploma que fixa o preço máximo do teste PCR para viajantes em 14 mil escudos entrou hoje em vigor e foi emanado da Entidade Reguladora Independente da Saúde (ERIS).

Os comentários estão fechados.

Publicidades
© 2012 - 2022: Notícias do Norte | Todos os direitos reservados.