Mindelenses “mais receosos” com o aumento de casos positivos na ilha

9/09/2020 23:22 - Modificado em 9/09/2020 23:22
| Comentários fechados em Mindelenses “mais receosos” com o aumento de casos positivos na ilha

Alguns mindelenses dizem-se com “mais receio” face ao aumento do número de casos positivos do novo coronavírus (covid-19) na ilha de São Vicente, que tem neste momento um acumulado de 40 casos, sendo 21 ativos.

Entre as pessoas abordadas pelo Notícias do Norte está Carla Miranda, para quem, se antes as pessoas estavam com medo, agora este torna-se “ainda maior” devido ao aumento diário dos casos na ilha.

“Nos últimos dias temos assistido a um aumento de casos de covid-19, o que não é um bom sinal, porque se as coisas continuarem assim poderão sair do controlo das autoridades sanitárias da ilha que têm feito, até ao momento, um excelente trabalho. Não podemos baixar a guarda neste momento, mas estou com muito receio que o vírus já esteja espalhado por toda a ilha” disse-nos Carla Miranda.

Esta cidadã diz-se ainda “preocupada” com as muitas festas particulares que tem assistido em alguns locais da ilha, o que segundo a mesma, poderá fazer com que haja a disseminação do vírus com maior rapidez. “Se o vírus se espalhar e mais casos aparecerem, o medo é que o nosso sistema de saúde entre em colapso, o que seria gravíssimo” alerta esta mindelense, que pede por isso, maior engajamento da população no que toca ao cumprimento das medidas das autoridades para conter “rapidamente” a uma possível propagação do vírus pela ilha.

João Lopes também revela a mesma sensação de receio, ainda mais por ser daqueles que precisam sair diariamente para trabalhar, isto aliado ao facto de que não se sabe onde está a origem destas infeções.

“Existe neste momento uma sensação de perigo iminente. A partir de agora não se sabe onde se está seguro e quem pode ser ou não um portador. Porque, se apanharmos a doença não sabemos como o nosso organismo poderá reagir e também das pessoas com quem vivemos na mesma casa” vincou o mesmo que acredita, no entanto, que com “muito empenho e trabalho” a delegacia de saúde tudo irá fazer para evitar uma propagação em larga escala, conclui. 

“Este aumento já era de esperar, visto que não tem havido muita colaboração das pessoas no cumprimento das medidas. Não podemos descurar agora porque poderá ser pior para todos. É preciso concentrar para não haver mais casos e redobrar os cuidados de higiene” diz o mindelense Carlos Monteiro.

São Vicente regista este momento 40 casos acumulados de covid-19, sendo 21 ativos, 18 recuperados e um óbito a lamentar.

Os comentários estão fechados.

Publicidades
© 2012 - 2022: Notícias do Norte | Todos os direitos reservados.