Morte de jovem na Itália: Os quatro acusados disseram ter apenas “apartado” uma briga na qual Willy teria se envolvido

9/09/2020 13:27 - Modificado em 9/09/2020 13:28
| Comentários fechados em Morte de jovem na Itália: Os quatro acusados disseram ter apenas “apartado” uma briga na qual Willy teria se envolvido

Diante do juiz numa audiência preliminar na penitenciária de Rebibbia, na terça-feira (08.09), em Roma, onde estão detidos, os quatro acusados disseram ter apenas “apartado” uma briga na qual Willy Monteiro teria se envolvido. Domenico Marzi, o advogado da família Monteiro falou em “piada” de mau gosto.

“Eles decidiram fazer essas declarações, quase como se quisessem dar a entender que Willy tenha feito mal a si mesmo; é uma piada de mau gosto diante da gravidade do episódio”.

Mas o advogado questionou: “Como esses jovens, que dizem não ser responsáveis pelo espancamento, ao verem um garoto caído no chão, não o levaram imediatamente ao hospital? Aqui vemos que muitas vezes algumas estratégias de defesa objetivamente não têm credibilidade alguma”.

Os irmãos Gabriele e Marco Bianchi, além de Mario Pincarelli e Francesco Belleggia foram presos fora de flagrante delito, na manhã seguinte ao crime, que aconteceu por volta das 2h da madrugada de domingo, na cidade de Colleferro, a cerca de 50 quilômetros ao sul de Roma, capital italiana.

Willy Duarte Monteiro nasceu em Roma, filho de cabo-verdianos da ilha de São Nicolau, que há muitos anos vivem na pacata cidadezinha de Paliano. Aos 21 anos, Willy trabalhava num hotel e sonhava em jogar futebol na Roma. O crime comoveu a Itália e desencadeou uma série de protestos nas redes sociais.

O embaixador de Cabo Verde em Roma, Jorge de Figueiredo Gonçalves, declarou à DW que mantém contato frequente com os pais de Willy e que confia plenamente nas autoridades italianas.

“Esta embaixada confia no adequado processo subsequente e estará atenta, devendo simplesmente acompanhar a evolução da situação e dela dar conta às autoridades de Cabo Verde, para além de se disponibilizar em dar todo o apoio à família enlutada lá onde se vier a mostrar necessário”, disse.

O primeiro-ministro italiano Giuseppe Conte telefonou aos pais de Willy e disse ter ficado chocado com a notícia. Já o presidente de Cabo Verde, Jorge Carlos Fonseca, numa mensagem publicada no Facebook, disse que “a morte brutal do jovem conterrâneo Willy Duarte Monteiro causa dor, mas, igualmente, indignação e revolta”.

A autópsia ao corpo de Willy está marcada para esta quarta-feira (9). Procurada pela DW, a família da vítima disse estar de luto e que não daria declarações neste momento. A expetativa agora é saber se o juiz vai validar ou não a prisão dos acusados.

Por: Rafael Belincanta (Roma)

Os comentários estão fechados.

Publicidades
© 2012 - 2022: Notícias do Norte | Todos os direitos reservados.