Empresa de consultoria de negócios de Cabo Verde promove formação gratuita para jovens empresários em São Vicente

3/09/2020 23:11 - Modificado em 3/09/2020 23:11
| Comentários fechados em Empresa de consultoria de negócios de Cabo Verde promove formação gratuita para jovens empresários em São Vicente

A empresa de consultoria de negócios de Cabo Verde, Lux Consulting, que atua no ramo da consultoria de negócios, abrangendo áreas como a elaboração de planos de negócios e de marketing, gestão comercial, gestão da imagem e secretariado remoto, promove uma série de formações gratuita para jovens empresários sobre o Regime Especial das Micro e Pequenas Empresas, REMPE, e Contabilidade Organizada, dentro de um conjunto de ações viradas para a empregabilidade e preparação dos jovens para o ingresso no mercado de trabalho.

Para a responsável da empresa, Lenilda Duarte esta formação foi feita para elucidar quais as diferenças de uma empresa estar inserida na REMPE ou Contabilidade Organizada. “Reparamos que quando alguém abre uma empresa, fazem isso com poucos conhecimentos sobre o que  mercado consiste e isso leva a erros”, explica esta consultora que assegura que a ideia é também “desmistificar que o regime especial é o melhor regime de tributação” e sim, mostrar aos empresários e promotores que, dependendo do funcionamento,  assim é o regime de tributação.

Com pouco mais de uma ano a operar no mercado de consultoria em Cabo Verde, a empresa, segundo Lenilda Duarte, a perceção que tem tido, dos que procuram os seus serviços, é que um dos maiores défices é o “conhecimento do mercado”.

De âmbito global na assistência técnica de negócios, o objectivo, conforme a consultora é aumentar a competitividade das empresas cabo-verdianas e para isso, prestam um conjunto de serviços.

Em relação ao mercado cabo-verdiano de negócios, defende que o nosso mercado “não é tão mau com se fala” e desafia os promotores e empreendedores a abrirem empresas no país, pois acredita que a falta de conhecimento do mercado, muitas vezes é um entrave a novos negócios. “Muitas vezes temos uma ideia fantástica e não sabemos até onde o nosso mercado a abarca e seria interessante que cada promotor pudesse estudar o mercado, conhecer o mercado, desenvolver a sua ideia e avançar e não desanimar, porque a criação de uma empresa e a sua manutenção é um desafio maior do que aquilo que pensamos à primeira. É bem mais satisfatório”, justifica.

Os comentários estão fechados.

Publicidades
© 2012 - 2022: Notícias do Norte | Todos os direitos reservados.