Gravida atropelada por táxi: Bebé e mãe em estado grave mas estável

2/09/2020 15:31 - Modificado em 2/09/2020 15:31

A jovem que estava grávida de seis meses e foi atropelada por um táxi, na passadeira que fica na parte traseira da Escola Secundária Jorge Barbosa, em São Vicente, na passada quinta-feira, encontra-se em estado grave devido a traumatismo craniano, mas clinicamente estável neste momento.

Em resposta ao estado clínico solicitado por este online relativamente à parturiente e ao recém-nascido, a acessoria de imprensa do Hospital Baptista de Sousa avançou ainda que o bebé é prematuro, de 26 semanas, do sexo masculino, pesando menos de 1.000 gramas, encontra-se num estado grave devido a sua condição de prematuridade.

À jovem mãe que foi atropelada por um táxi e que deu entrada no hospital na noite de quinta-feira, 27 de agosto, com traumatismo craniano grave e hemorragia cerebral por causa do trauma, foi realizado parto de cesariana no domingo, 30 de agosto, ao meio dia, por indicação do coletivo médico que assiste a mesma, após autorização familiar, esclarece a assessoria de imprensa do hospital.

Por outro lado, o condutor fica sujeito a Termo de Identidade e Residência, TIR, enquanto decorre a investigação. No âmbito do TIR, a menos gravosa das medidas de coação, um arguido fica obrigado a comparecer perante as autoridades sempre que for notificado e não pode mudar de residência ou ausentar-se da mesma por mais de cinco dias sem comunicar às autoridades o lugar onde pode ser encontrado ou a nova morada.

  1. SokolGust

    Nessa mesma rua existem 2 passadeiras a menos de 5 metros e o nosso Presidente passa lá todos os dias !

Os comentários estão fechados.

Publicidades
© 2012 - 2022: Notícias do Norte | Todos os direitos reservados.