Em menos de uma semana a ilha do Fogo registou 30 casos de Covid-19 e um óbito

26/08/2020 23:27 - Modificado em 26/08/2020 23:27
| Comentários fechados em Em menos de uma semana a ilha do Fogo registou 30 casos de Covid-19 e um óbito

A ilha do Fogo que teve na passada quinta-feira, 20, os primeiros casos de covid-19, tem registado nestes últimos dias um aumento exponencial de casos e já com o registo de um óbito. A ilha tem neste momento 30 casos, sendo 28 em Mosteiros e 2 em São Filipe.

O Fogo, que a par da Brava eram as duas únicas ilhas sem registo de casos de infecção pelo novo coronavírus, viu a situação epidemiológica mudar em menos de uma semana, já com o registo de 30 casos da doença, das quais resultaram em um óbito.

Números preocupantes que levaram o presidente da Câmara Municipal dos Mosteiros, Carlos Fernandinho Teixeira, a defender a criação de um cordão sanitário para as localidades de Corvo, Relva e Achada Grande (Sul) para conter a disseminação do vírus no município e na ilha.

Esta quarta-feira, em conferência de imprensa sobre a atualização dos dados da doença no país, o diretor nacional de Saúde, Artur Correia, frisou que as autoridades sanitárias estão atentas à situação na ilha do Fogo.

Nesta senda, afirmou que o primeiro-ministro vai se deslocar à ilha na sexta-feira, juntamente com uma equipa da Direção Nacional da Saúde, para se inteirar da situação e tomada de melhores medidas. “Com certeza que iremos tomar todas medidas que se impõe ao reforço e aumento da vigilância” frisou.

Os comentários estão fechados.

Publicidades
© 2012 - 2021: Notícias do Norte | Todos os direitos reservados.