Estados Unidos “rejeitam qualquer tentativa de influenciar indevidamente o processo judicial de Alex Saab”

25/08/2020 22:48 - Modificado em 25/08/2020 22:48
| Comentários fechados em Estados Unidos “rejeitam qualquer tentativa de influenciar indevidamente o processo judicial de Alex Saab”

No que se refere ao pedido de extradição em curso, a Embaixada dos Estados Unidos em Cabo Verde, numa declaração enviada à comunicação social, assegura que o país, vai continuar a cumprir todos os requisitos e as garantias estabelecidas pela lei e pela Constituição de Cabo Verde, sendo falsa qualquer informação em contrário.

“Os Estados Unidos rejeitam firmemente qualquer tentativa de influenciar indevidamente o processo judicial, de desinformar o público através de campanhas nas redes sociais ou propagar informações falsas na imprensa”, lê-se na declaração.

E, portanto, o litígio em curso referente ao pedido dos Estados Unidos para a extradição de Alex Saab, de forma a responder a acusações de lavagem de dinheiro, “é um assunto judicial a ser decidido pelos tribunais independentes de Cabo Verde” enaltecendo que a independência judicial é o pilar da democracia.

E neste sentido, a mesma declaração, garante que os EUA reconhecem o poder judicial de Cabo Verde “como um elemento fundamental da sua forte democracia e respeitam o processo legal” estabelecido pelas leis e pela Constituição do país.

E que a “forte reputação” de Cabo Verde como um país que respeita o Estado de Direito e cumpre os seus compromissos internacionais, escreve, é “bem fundada e merecida, como demonstra este caso”.

E que, a República de Cabo Verde continua a dar seguimento aos trâmites legais deste caso, de acordo com a legislação cabo-verdiana e os compromissos do país, como membro responsável e credível da comunidade internacional.

Os comentários estão fechados.

Publicidades
© 2012 - 2022: Notícias do Norte | Todos os direitos reservados.