Mulher de Navalny pede a Putin que autorize o transporte para a Alemanha

21/08/2020 13:56 - Modificado em 21/08/2020 13:56

A mulher do opositor russo Alexei Navalny, internado em estado grave na Sibéria, pediu hoje ao Presidente da Rússia, Vladimir Putin, que autorize a transferência do marido para a Alemanha.

© Getty Images

“Penso que Alexei Navalny precisa de ajuda médica qualificada na Alemanha“, escreveu Iulia Navalnaia numa carta divulgada no Twitter.

mulher do opositor considera estarem reunidas “todas as possibilidades para o transporte imediato de Alexei, sob vigilância de médicos de alto nível”.

Dirijo-me a si, oficialmente, para lhe pedir que autorize a transferência de Alexei Navalny para a Alemanha“, acrescentou.

Opinião diferente têm, porém, o diretor do hospital, Alexander Murakhovsky, disse que Navalny está em estado demasiado grave para ser transportado, apesar de ter anunciado pouco antes que o opositor apresentava ligeiras melhoras.

Além disso, ainda segundo os médicos russos, não foi detetado qualquer veneno no sangue ou na urina de Navalny, estando a ser privilegiada a hipótese de um “desequilíbrio glicémico, ou seja, um problema metabólico”, que pode ter sido causado por uma baixa acentuada do nível de açúcar no sangue.

O oficial médico chefe anunciou que Navalny não está em condições de ser transportado. A sua condição é instável“, escreveu o porta-voz do opositor russo Kira Iarmych na rede social Twitter, citado pela agência de notícias France-Presse (AFP), denunciando uma decisão que “ameaça a sua vida”.

A recusa em transferir o opositor para a Alemanha é denunciada pelos seus próximos como uma “decisão política” que constitui uma “ameaça à vida” de Navalny porque o hospital de Omsk “não está equipado” para o tratar.

Alexei deve ser transferido urgentemente para outro hospital que tenha o equipamento e os especialistas necessários para o seu tratamento“, afirmou a porta-voz do opositor, Kira Iarmych, num vídeo no YouTube.

Entretanto, o Kremlin assegurou que se trata de uma decisão “puramente médica” e que os médicos russos estão a fazer “todos os possíveis para determinar a causa do problema e para o tratar“.

Recorde-se que Alexei Navalny está internado em Omsk, na Sibéria ocidental, numa unidade de cuidados intensivos, em coma e ligado a um ventilador, depois de se ter sentido mal durante um voo, na quinta-feira.

A organização não-governamental (ONG) alemã Cinema for Peace fretou um avião-ambulância, onde seguiu uma equipa de médicos especializados no tratamento de doentes em coma, que aterrou hoje de manhã em Omsk para transportar o opositor para Berlim.

POR LUSA COM NOTÍCIAS AO MINUTO

Comente a notícia

Obrigatório

Publicidades
© 2012 - 2020: Notícias do Norte | Todos os direitos reservados.