ICCA espera que a justiça seja feita no caso da violação da bebé de 9 meses

20/08/2020 14:13 - Modificado em 20/08/2020 14:13

A presidente do ICCA, Maria Livramento, diz estar à espera que a justiça seja feita, no caso da bebé de 9 meses “alegadamente” agredida sexualmente por um homem de 33 anos e pela mãe de 17 anos, em São Vicente.

Maria Livramento considera de “hediondo e triste” este caso ocorrido na passada terça-feira, 18, assegurando não compreender “como uma mãe, mesmo que ainda muito jovem, terá permitido a violação da sua bebé”.

Neste momento a presidente do Instituto Cabo-verdiano da Criança e do Adolescente (ICCA), garante que deverão agora entrar em contacto com a restante família da vítima para eventuais apoios. No entanto, a presidente do ICCA avança que, de momento, não se põe a questão da retirada da bebé dos familiares, a não ser se ela estiver em perigo.

A bebé de nove meses, está aos cuidados da avó materna, como garantiu o delegado do Instituto Cabo-verdiano da Criança e do Adolescente (ICCA) de São Vicente, Jandir Oliveira.

De realçar que o homem de 33 anos e a mãe da vítima, de 17 anos, estão em prisão preventiva, na cadeia central de Ribeirinha em São Vicente.

Comente a notícia

Obrigatório

Publicidades
© 2012 - 2020: Notícias do Norte | Todos os direitos reservados.