Utentes pedem reforço na ligação São Vicente/Santo Antão

18/08/2020 23:35 - Modificado em 18/08/2020 23:35
| Comentários fechados em Utentes pedem reforço na ligação São Vicente/Santo Antão

A linha marítima São Vicente/Santo Antão, a mais movimentada do país, tem registado nos últimos dias problemas de bilhetes, pela procura de bilhetes por parte das pessoas que pretendem viajar entre estas duas ilhas, pelo que estes reclamam pelo aumento das ligações, pelo menos durante este período.

O navio Chiquinho BL, pertencente à Cabo Verde Interilhas (CVI) empresa concessionária do transporte marítimo, com capacidade para o transporte de 430 pessoas, está a operar com apenas 50% da sua lotação de forma a aumentar o distanciamento entre os passageiros e assim reduzir as possibilidades de contágio do novo coronavírus.

Este facto, aliado à grande demanda de passageiros, sobretudo nos meses de agosto e setembro, tem criado alguns constrangimentos aos utentes que não conseguem encontrar bilhetes, devido a esta limitação, fazendo com que muitas pessoas fiquem nos cais, tanto em Santo Antão como em São Vicente.

De realçar que no mesmo período do ano passado, a CVII aumentou para quatro o número de viagens diárias de (ida e volta) na linha São Vicente/Santo Antão, para ajudar a suprir a demanda de passageiros e cargas entre as duas ilhas.

Neste momento, a linha São Vicente-Santo Antão é servida por um único barco, que faz duas ligações diárias entre as duas ilhas.

“Viajar por estes dias está complicado mesmo com as reservas online. Seria muito melhor a introdução de uma viagem extra nesta rota como aconteceu no ano passado. Porque é constrangedor vir de longe (Ribeira Grande) e chegar ao caís e ficar a saber que a lotação do navio já está esgotada” lamenta um utente.

Uma opinião partilhada por outros utentes que se mostram agastados com esta situação e também pedem o aumento das ligações marítimas, para responder à procura da Linha 1 (São Vicente – Santo Antão).

Os comentários estão fechados.

Publicidades
© 2012 - 2020: Notícias do Norte | Todos os direitos reservados.