Pandemia é agora “impulsionada” por pessoas com menos de 40 anos

18/08/2020 14:18 - Modificado em 18/08/2020 14:18

Muitos dos casos positivos são assintomáticos, representando assim um perigo para os grupos mais vulneráveis, alerta um especialista da Organização Mundial da Saúde.

© Getty Images

De acordo com a Organização Mundial de Saúde (OMS), a pandemia do novo coronavírus está agora a ser impulsionada por pessoas com menos de 40 anos, muitas das quais assintomáticas, representando assim um perigo para os grupos vulneráveis.

Os especialistas da OMS informaram recentemente que o número de casos positivos entre a população jovem subiu a nível global.

“A epidemia está a mudar”, referiu, esta terça-feira, o diretor regional da OMS para o Pacífico Ocidental, Takeshi Kasai, durante um briefing virtual, citado pela Reuters.

“Pessoas na casa dos 20, 30 e 40 anos estão, cada vez mais, a impulsionar a disseminação. Muitos deles, sem consciência de que estão infetados”, acrescentou, alertando que isto aumenta o risco de contágio para os mais vulneráveis.

Uma nova onda de casos levou à reposição de medidas restritivas em diversos países, enquanto a corrida para encontrar uma vacina contra o novo coronavírus continua.

“Aquilo que estamos a observar não é um simples ressurgimento. Acreditamos que é um sinal de que entramos numa nova fase na Ásia Pacífico”, referiu Takeshi Kasai.

Apesar de ser observável esta mutação, o especialista continua a ver o vírus como “relativamente estável”. 

Numa altura em que a Rússia anunciou a primeira vacina – que não passou por todos os testes obrigatórios para ser aprovado pela Organização Mundial da Saúde – o especialista sublinha a importância de as farmacêuticas seguirem todos os passos e testes na criação deste fármaco.

pandemia do novo coronavírus já causou a morte a mais de 770 mil pessoas e infetou mais de 21 milhões em todo o mundo, desde dezembro, segundo um balanço da agência AFP, baseado em dados oficiais.

Em Notícias ao Minuto

Comente a notícia

Obrigatório

Publicidades
© 2012 - 2020: Notícias do Norte | Todos os direitos reservados.