Jorge Noel Barreto garante que após 10 dias os doentes assintomáticos não representam risco de contágio

12/08/2020 23:00 - Modificado em 12/08/2020 23:00
| Comentários fechados em Jorge Noel Barreto garante que após 10 dias os doentes assintomáticos não representam risco de contágio

Os doentes assintomáticos em Cabo Verde já têm alta após 10 dias de isolamento, deixando o teste PCR negativo de ser o critério de alta para as pessoas infetadas pela covid-19, pelo que Jorge Barreto garante que estes já não representam risco de contaminação para outras pessoas.

Assente nas novas orientações emanadas pela Organização Mundial da Saúde (OMS), que considera que este grupo de indivíduos não constitui perigo de transmissão do vírus, o Diretor dos Serviços de Prevenção e Controlo de Doenças, assegura que em Cabo Verde ainda não houve casos de pessoas que saíram dos isolamentos nestes termos e que tenham infetado outras pessoas.

“Os casos assintomáticos representam risco elevado de contágio nos primeiros 5 dias, pelo que passado os 10 dias já não representam qualquer risco para as pessoas” garantiu Barreto que pede por isso tranquilidade para as pessoas que duvidam desta nova forma de dar alta aos casos assintomáticos.

Este lembra que segundo a OMS, a probabilidade de transmissão através de pessoas sem sintomas é extremamente baixa e estes não constituem perigo para as outras pessoas.

Já as pessoas com sintomas, a alta é dada após 10 dias em isolamento, mais três dias sem sintomas.

Neste momento o país regista um total de 2.172 recuperados, num total de 3.000 casos positivos registados desde o início da pandemia.

Os comentários estão fechados.

Publicidades
© 2012 - 2020: Notícias do Norte | Todos os direitos reservados.