SINTSEL agenda greve dos vigilantes para setembro

12/08/2020 18:01 - Modificado em 12/08/2020 18:01
Foto: INFORPRESS

O presidente do SINTSEL, Manuel Barros, anunciou esta quarta-feira que os vigilantes vão partir para uma nova greve que está agendada para os dias 21, 22 e 23 de setembro.

Conforme avançou na cidade da Praia o presidente do Sindicato Nacional dos Agentes de Segurança Pública e Privada, Serviços e Agricultura, Comércio e Pescas (SINTSEL), os vigilantes estão “esgotados” com as promessas de implementação da nova grelha salarial, que se vem arrastando desde 2017 e que estava prevista para janeiro deste ano.

“A uma desigualdade na grelha salarial aplicada nas ilhas de Santiago, São Vicente e nas outras ilhas em relação às ilha do Sal e da Boa Vista, que é de 21.500 escudos. O mínimo de um vigilante em Santiago e São Vicente é de 17.500 escudos, enquanto que no Sal e na Boa Vista é de 21.500 escudos. Já um segurança do 1º Grau em Santiago e São Vicente recebe 22.500 escudos e no Sal e Boa Vista é de 27.500 escudos” assegurou Manuel Barros para quem isso representa uma grande injustiça.

Ainda de acordo com a mesma fonte, já não faz sentido ficar à espera desta atualização, visto que o ano de 2021 já se aproxima e ainda nada foi cumprido, pelo que só resta partir para uma nova greve a nível nacional.

Neste momento Cabo Verde tem cerca de 5 mil vigilantes e por isso Barros espera a adesão de todos os sindicatos para que a greve tenha grande impacto.

Comente a notícia

Obrigatório

Publicidades
© 2012 - 2020: Notícias do Norte | Todos os direitos reservados.