Cidadão romeno detido em São Nicolau aguarda extradição na cadeia de Ribeirinha

29/07/2020 15:39 - Modificado em 29/07/2020 15:39

Um cidadão de nacionalidade romena, detido no passado dia 23 de julho na ilha de São Nicolau pela PJ, supostamente por desvios de fundos do Governo da Roménia, aguarda o processo de extradição na cadeia de Ribeirinha, em São Vicente. 

De acordo com o Ministério Público este cidadão foi detido na sequência do cumprimento de um alerta vermelho da Interpol, com vista à sua extradição.

Transferido para S. Vicente, o detido foi apresentado pelo Ministério Público ao Tribunal da Relação de Barlavento, dentro do prazo legal, que validou e determinou a sua detenção provisória.

Ainda conforme a mesma fonte, o Estado requerente tem o prazo de 18 dias para formular o pedido de extradição, sob pena da libertação do detido. Contudo o prazo poderá ser prorrogado até ao máximo de 40 dias.

O referido processo de extradição comporta uma fase administrativa, que terá a intervenção do membro do Governo responsável pela área da justiça e ainda uma fase judicial que terá iniciada após a decisão favorável do pedido de extradição pelo mencionado governante.

Comente a notícia

Obrigatório

Publicidades
© 2012 - 2020: Notícias do Norte | Todos os direitos reservados.