Assembleia Nacional debate Estado da Nação – PAICV e UCID fazem balanço negativo e MpD aponta “progressos consideráveis”

29/07/2020 00:29 - Modificado em 29/07/2020 00:29

A Assembleia Nacional debate esta sexta-feira, 31, o Estado da Nação, estando a abertura a cargo do primeiro-ministro, Ulisses Correia e Silva.

De acordo com o artigo 257 do Regimento, o primeiro-ministro faz ao plenário da Assembleia Nacional um discurso sobre o Estado da Nação, no final de cada sessão legislativa por tempo não superior a 45 minutos.

O discurso sobre o Estado da Nação é agendado por acordo entre o Presidente da Assembleia Nacional e o Governo para a última reunião plenária de cada sessão legislativa.

Os deputados do Partido Africano Independência de Cabo Verde, PAICV, por São Vicente num o balanço da IX Legislatura que termina em 2021 e que vão apresentar no Parlamento no último Estado da Nação deste mandato, João do Carmo, considera que estes quatro anos de governação do Movimento para Democracia tem sido “desastroso” e afirmou que este mandato será marcado por um governo do “vamos fazer”, lembrando que os jovens continuam à espera dos 45 mil postos de trabalho dignos.

Antecipando o debate desta semana – 29 a 31, a União cabo-verdiana Independente e Democrática, UCID, também considera negativo o balanço da governação do MPD.

Por outro lado, os deputados do MpD, eleitos pelo círculo eleitoral de São Vicente, apesar dos três anos consecutivos de seca severa, que afectou sobremaneira a vida dos cabo-verdianos, até março de 2020, o país e a ilha de São Vicente, conheceram dinâmicas e progressos consideráveis”, apontando o crescimento da economia próximo dos 6% e decréscimo do desemprego para 11%.

Comente a notícia

Obrigatório

Publicidades
© 2012 - 2020: Notícias do Norte | Todos os direitos reservados.