Cabo Verde Airlines com aval de 12 milhões de dólares

28/07/2020 17:15 - Modificado em 28/07/2020 17:15

O governo autorizou um aval estatal de até 12 milhões de dólares para a Cabo Verde Airlines (CVA) garantir um financiamento bancário junto do International Investment Bank (IIB), segundo resolução hoje publicada no Boletim Oficial.

A Resolução 101/2020 do Conselho de Ministros de 27 de julho que entrou hoje em vigor, o “Estado reconhece o manifesto interesse nacional do projecto” da companhia aérea de bandeira, privatizada em 2019, mas parada desde 19 de março devido à pandemia de Covid-19.

Este aval é justificado com os “importantes e desejáveis efeitos” do projeto da CVA e “considera que estão reunidas todas as condições exigíveis” para a sua concessão, no valor de “até 12 milhões de dólares (10,2 milhões de euros)”.

“Tendo em conta que a mesma tem dado os seus primeiros passos após a sua privatização, ocorrida muito recentemente, o Governo entende ser necessário ainda dar suporte que vise melhorar a situação económico-financeira da empresa, evitar o seu estrangulamento e garantir a sua sustentabilidade”, adianta.

Nisto afiança que os investimentos já realizados com a implementação do ‘hub’ aéreo na ilha do Sal e os por realizar, com vista à implementação da estratégia estabelecida no plano de negócios, são intensivos em capital e requerem financiamento bancário e outros tipos.

A resolução governamental que hoje entrou em vigor reconhece que a CVA “desempenha um papel preponderante na materialização” do objetivo de transformar o arquipélago numa “plataforma de distribuição de tráfego aéreo de carga e de passageiros”, garantindo a ligação entre as ilhas e do país com a diáspora.

Comente a notícia

Obrigatório

Publicidades
© 2012 - 2020: Notícias do Norte | Todos os direitos reservados.