Três meses depois TUI volta a viajar para São Vicente

20/07/2020 23:30 - Modificado em 20/07/2020 23:30
| Comentários fechados em Três meses depois TUI volta a viajar para São Vicente

Após ter cancelado em março vários voos para o arquipélago com origem na Europa, a TUI, o maior operador turístico do destino Cabo Verde, viajou esta segunda-feira para a ilha de São Vicente.

E de acordo com o site especializado em notícias sobre o sector da aviação, NewsAvia, a TUI fly Belgium, a companhia aérea do Grupo TUI baseada na Bélgica, referiu que a companhia, iria retomar os voos para o país, a partir de 18 de julho, com dois voos semanais.

Ainda segundo aquele site, a companhia retoma os seus voos integrados numa programação de Verão, devido a pandemia de covid-19 na Europa Central, mas que terá aumentos significativos nos meses de julho e agosto.

São voos essencialmente para destinos turísticos, já que uma grande maioria dos aeroportos para onde a companhia voará serve os turistas belgas que compraram pacotes de férias através das agências de viagens e operadores turísticos do Grupo TUI.

Segundo revela o site ‘Routesonline’, sempre bem informado das alterações e novos voos que, diariamente, chegam aos sistemas globais de reservas e vendas de viagens, a TUI fly Belgium vai voar neste Verão para três aeroportos portugueses e dois cabo-verdianos, no que diz respeito aos países de língua oficial portuguesa.

Apesar da TUI, empresa responsável pela maioria dos voos da Europa para Cabo Verde, ter o arquipélago na lista de destinos que pretende reatar, a partir do aeroporto de Birmingham, o Ministério das Relações Exteriores de Inglaterra continua a desaconselhar as viagens não essenciais, o que significa que algumas apólices de seguro de viagem serão inválidas. E isso é um rude golpe para Cabo Verde.

Os operadores contactados por este online, estão cientes que, o regresso do turismo a Cabo Verde depende dos voos e estes dependem da segurança sanitária que o país garanta.

Os comentários estão fechados.

Publicidades
© 2012 - 2022: Notícias do Norte | Todos os direitos reservados.