Delegado de Saúde de São Nicolau acredita que situação se estabilizará em “breve”

17/07/2020 01:07 - Modificado em 17/07/2020 01:07

O delegado da Saúde de São Nicolau, Élvio Pereira, afirma que as autoridades sanitárias da ilha já estavam à espera e prevenidas quanto ao aparecimento de novos casos positivos de covid-19, mas garante que tanto a delegacia como a população têm feito um bom trabalho levando-o a crer que a situação se estabilizará em breve.

Em declarações ao Notícias do Norte, este responsável afiança que com a confirmação de novos casos positivos da covid-19 na ilha de São Nicolau, a delegacia da Saúde está a espera que o número de casos nos próximos dias continue a aumentar.

Mas, segundo o mesmo, as autoridades sanitárias da ilha constatam que nos últimos dias a população tem vindo a reforçar as medidas de prevenção e proteção, juntamente com o trabalho que a Delegacia tem feito em rastrear a população e isolar os casos positivos. “Pensamos que a situação se estabilizará em breve” vaticina Élvio Pereira.

Sobre as maiores dificuldades que a delegacia de saúde da ilha tem enfrentado no combate a covid-19, este aponta a gestão dos escassos recursos humanos, mas afiança que os profissionais de saúde têm dado “o máximo e fazendo um pouco mais de sacrifício para que os serviços e as atividades continuem normalmente”.

No entanto, frisa que a garantia de reforços, por agora, de mais 3 enfermeiros e 1 médico, irão ajudar a gerir um “pouco melhor” a equipa local, não a sobrecarregando. “A Delegacia de Saúde de São Nicolau sempre preza pela cooperação, ainda mais num país que sabemos que os recursos não são muitos. Todo o apoio será bem-vindo” ressalva.

Neste momento, assegura que estão 459 pessoas em quarentena.

Recorde-se que os primeiros casos detetados na ilha datam a 13 de junho, com a deteção dos 2 primeiros casos, pessoas que viajaram para a ilha do Sal, ainda antes dos resultados dos testes terem sido anunciados.

  1. emanuel

    Para isso é preciso um trabalho muito.

    Não se controla uma pandemia, sem por os pés no chão e fazer uma prevenção no duro.

    A situação lá onde tem fugido ao controlo, tem sido por deslize.

Os comentários estão fechados.

Publicidades
© 2012 - 2022: Notícias do Norte | Todos os direitos reservados.