Obras do Terminal de Cruzeiros do Mindelo o concurso das empresas pré-selecionadas vai ser lançado ainda este mês

13/07/2020 14:12 - Modificado em 14/07/2020 13:31
| Comentários fechados em Obras do Terminal de Cruzeiros do Mindelo o concurso das empresas pré-selecionadas vai ser lançado ainda este mês

Oministro da Economia Marítima, Paulo Veiga, declarou que até ao final do mês de julho será lançado o concurso das empresas pré-selecionadas para as Obras do Terminal de Cruzeiros do Mindelo, e nos próximos 3/4 meses a empresa vencedora começara a montar os estaleiros para arranque das obras.

Paulo Veiga, que se encontra de visita a Santo Antão, em declarações à RCV, afirma que o Governo já teve o aval do Fundo ORIO (Países Baixos), um dos parceiros na materialização deste projecto.

De realçar que a Empresa Nacional de Administração dos Portos (Enapor), lançou em janeiro deste ano o concurso público internacional, dividido em duas fases, para a pré-seleção de empreiteiros para as obras de construção do Terminal de Cruzeiros do Mindelo.

A primeira fase do concurso recorda-se terminou a 11 de março de 2020, onde foram selecionados os candidatos. A segunda fase foi lançada a 18 de março, sendo que o concurso para a seleção das empresas pré-selecionadas está previsto para finais deste mês.

As obras do projeto do Terminal de Cruzeiros do Mindelo que é cofinanciado pelo Fundo ORIO (Países Baixos) e pelo Fundo OPEP (Organização dos Países Exportadores de Petróleo) para o Desenvolvimento Internacional, terá a duração de 22 meses.

De realçar que o projeto do Terminal de Cruzeiros é tido como muito importante para a economia de Cabo Verde, no entendimento do Governo, pois o mesmo vai ser naturalmente uma zona de expansão do Porto Grande, que se encontra neste momento bastante congestionado com a atividade da pesca e de movimentação da carga convencional, entre outros fatores.

O terminal de cruzeiros projetado para o Porto Grande de São Vicente terá dois berços de 400 e 350/300 metros, respetivamente, uma profundidade máxima de 11 metros e será servida por uma gare marítima para passageiros, uma vila turística junto à marginal que vai ter lojas, free-shops, restaurantes, bares, pequenos museus e venda de souvenirs.

Modificado em 14/07 às 13h33

Os comentários estão fechados.

Publicidades
© 2012 - 2022: Notícias do Norte | Todos os direitos reservados.