Diretor-geral da OMS: “A pandemia da Covid-19 não deixou nenhum país intocado. Humilhou todos nós”

9/07/2020 23:47 - Modificado em 9/07/2020 23:47

AOrganização Mundial da Saúde (OMS) demonstrou preocupação com o avanço da pandemia de coronavírus a nível global, nesta quinta-feira (9), durante a reunião dos estados membros. Segundo a organização, os casos seguem fora de controla na maioria dos países.

“Na maior parte do mundo, o vírus não está sob controle, está piorando”, disse o diretor-geral da OMS, Tedros Adhanom Ghebreyesus, durante a reunião dos estados membros, citado pelo portal G1.

“Mais de 544.000 vidas foram perdidas. A pandemia ainda está se acelerando”, alertou Tedros Ghebreyesus.

Até esta quinta, mais de 11,8 milhões de casos de coronavírus foram relatados desde o início da pandemia, sendo que metade deles foram relatados somente nas últimas seis semanas, de acordo com a OMS.

“A pandemia da Covid-19 não deixou nenhum país intocado. Ela humilhou todos nós”, lamentou o diretor-geral da agência da ONU.

Ainda durante a reunião, a OMS anunciou a criação de um grupo independente para analisar a evolução da pandemia e a resposta dos países contra o coronavírus. O grupo será co-presidido pela ex-primeira-ministra da Nova Zelândia, Helen Clark, e pela ex-presidente da República da Libéria, Ellen Johnson Sirleaf.

Ghebreyesus demonstrou solidariedade para com os profissionais da saúde em todo o mundo e lamentou as milhares de mortes no setor da saúde.

“Nunca esquecerei as imagens dos profissionais de saúde que usavam máscara por tanto tempo no turno, que tinham marcas e machucados impressos no rosto, salvando vidas e arriscando suas próprias vidas. Perdemos muitos profissionais de saúde”, disse.

A organização também demonstrou preocupação com as vacinas já existentes e com a falta de medicamentos nos países mais afetados pela pandemia.

Comente a notícia

Obrigatório

Publicidades
© 2012 - 2020: Notícias do Norte | Todos os direitos reservados.