TAP faz voo de repatriamento de cidadãos europeus retidos em São Vicente

7/07/2020 23:09 - Modificado em 7/07/2020 23:09

De São Vicente parte, no próximo dia 09 de julho, um voo comercial de repatriamento de cidadãos europeus retidos na ilha devido a pandemia de covid-19, segundo informações divulgadas pela Transportadora Aérea Portuguesa, TAP.

Uma mensagem da TAP informa aos cidadãos de nacionalidade europeia, Espaço Schengen e associados, ou serem residentes na Europa, atualmente retidos em Cabo Verde, da possibilidade de regresso à União Europeia, exclusivamente de São Vicente, num voo especial de com destino a Lisboa previsto para esta quinta-feira, 09 de julho.

De realçar que nas redes sociais multiplicaram-se nas últimas semanas relatos de portugueses que ficaram retidos em várias ilhas face à suspensão de todos os voos para o arquipélago. Algumas centenas de portugueses e outros cidadãos foram repatriados em voos comerciais de repatriamento operados pela TAP em março e maio, após autorização do Governo cabo-verdiano.

Conforme informações recolhidas pelo NN no site oficial da TAP, este voo ‘charter’ de repatriamento terá o custo de 98.721 escudos (884 euros).

Numa outra mensagem, a TAP já anunciou um total de quatro voos que estão agendados entre a próxima quinta-feira 9 e 30 de julho para fazer a ligação entre Cabo Verde e Portugal, através da Praia, em voos ‘charter’ de repatriamento.

Comente a notícia

Obrigatório

Publicidades
© 2012 - 2020: Notícias do Norte | Todos os direitos reservados.