“O Facebook não beneficia com ódio”

2/07/2020 16:29 - Modificado em 2/07/2020 16:29
| Comentários fechados em “O Facebook não beneficia com ódio”

Executivo da tecnológica explica a forma como a rede social lida com discurso de ódio e desinformação.

© Reuters

Ovice-presidente de assuntos globais e comunicações do Facebook, Nick Clegg, é o autor de uma publicação no blogue da empresa onde explica a forma como a tecnológica olha para o discurso de ódio e desinformação.

A publicação foi feita em jeito de resposta ao boicote de que o Facebook tem sido alvo por parte de vários anunciantes de peso da plataforma, entre eles empresas de renome como The North Face, a Coca-Cola, o Starbucks, a Microsoft, a Lego, a Ford e a Adidas.

“Quando o conteúdo não é classificado como discurso de ódio – ou de outras políticas destinadas a prevenir perigo ou supressão de votos – vamos para o lado da liberdade de expressão porque, no final, a melhor forma de contrariar discurso ofensivo e divisivo é mais discurso. Expô-lo à luz do dia é melhor do que o esconder nas sombras”, explicou Clegg.

Em Notícias ao Minuto

Os comentários estão fechados.

Publicidades
© 2012 - 2020: Notícias do Norte | Todos os direitos reservados.