Mineiro da Tanzânia torna-se milionário com dois pedaços de tanzanite

25/06/2020 15:29 - Modificado em 25/06/2020 15:29

Um mineiro artesanal tanzaniano tornou-se milionário após ter descoberto dois dos maiores fragmentos alguma vez encontrados no país de tanzanite, uma pedra preciosa, e de os ter vendido ao Governo do país.

© DR

Saniniu Kuryan Laizer, 52 anos, descobriu as duas pedras, com pesos de 9,27 e 5,1 quilos, nas montanhas Mererani, do norte do país, numa área que o Presidente tanzaniano, John Magufuli, tinha decidido encerrar em 2018 para controlar a produção e combater as exportações ilegais de tanzanite.

O mineiro vendeu as duas pedras ao Governo tanzaniano por 7,7 mil milhões de xelins (2,9 milhões de euros).

A tanzanite, uma pedra preciosa de cor entre o azul e o violeta e exportada principalmente para a Índia, é extraída apenas nas montanhas Mererani, perto do Monte Kilimanjaro.

Numa cerimónia realizada esta quarta-feira na cidade de Manyara para celebrar o evento, o ministro das Minas da Tanzânia, Doto Biteko, disse que as pedras foram as maiores jamais descobertas no país.

“Estamos agora a passar de uma situação em que os mineiros de pequena escala traficavam tanzanite para uma situação em que seguem procedimentos e pagam impostos e taxas governamentais”, disse o governante.

O mineiro afirmou que pretende usar o dinheiro para ajudar a desenvolver a sua comunidade local.

“Tenciono construir um centro comercial em Arusha e uma escola perto da minha casa”, disse.

O Governo indicou, numa publicação no Twitter, que as pedras seriam mantidas no museu nacional.

[…]

Por Lusa

Comente a notícia

Obrigatório

Publicidades
© 2012 - 2020: Notícias do Norte | Todos os direitos reservados.