Cinco cidadãos de São Vicente que vieram dos EUA não conseguem sair da ilha do Sal

25/06/2020 00:10 - Modificado em 25/06/2020 00:10

O voo de repatriamento de cidadãos nacionais retidos nos Estados Unidos da América, chegou à ilha do Sal no passado dia 01 de junho, onde foram colocados de quarentena num hotel, mas os passageiros com destino à ilha de São Vicente, ainda estão retidos na ilha e por isso reclamam estar abandonados pelas autoridades sanitárias do país.

Há cerca de um mês no Hotel Odjo D´Água, que serviu como espaço de quarentena para os cidadãos nacionais que chegaram no referido voo proveniente dos Estados Unidos da América, pelo menos cinco pessoas ainda não conseguiram seguir viagem para São Vicente, que seria o seu destino final.

Um dado que causou maior desalento nestes passageiros é que na passada terça-feira, dois passageiros conseguiram viajar para São Vicente num voo sanitário, deixando para trás estes cinco passageiros.

Estes reiteram que estão sendo abandonados e reclamam descaso por parte das autoridades sanitárias, visto que foi o pessoal da proteção civil é que os levou para o Aeroporto Internacional Amílcar Cabral, mas que, no entanto, não conseguiram seguir viagem para São Vicente.

Comente a notícia

Obrigatório

Publicidades
© 2012 - 2020: Notícias do Norte | Todos os direitos reservados.