África passa barreira dos 200 mil casos e contabiliza 5.530 mortos

10/06/2020 15:22 - Modificado em 10/06/2020 15:22
| Comentários fechados em África passa barreira dos 200 mil casos e contabiliza 5.530 mortos

África passou hoje a barreira dos 200 mil casos de covid-19, contabilizando 203.880 infetados pelo novo coronavírus, dos quais 5.530 mortos, mais 196, segundo o Centro de Controlo e Prevenção de Doenças da União Africana (África CDC).

© Lusa

Os mais recentes dados da pandemia no continente indicam que o número de infetados passou de 195.875 para 203.880 (+8.005).

O número de doentes recuperados é de 91.396, mais 5.328 do que no dia anterior.

A região do continente mais afetada pelo novo coronavírus continua a ser o Norte de África, com 2.337 mortos, em 58.134 casos.

A África Austral é a segunda região com mais casos (56.011) e 1.190 mortos, a maioria concentrada na África do Sul, o país com maior número de casos no continente: 52.991 infetados e 1.162 mortos, mais 110 nas últimas 24 horas.

A África Ocidental regista 856 mortos e 44.220 infeções, a África Oriental tem 696 vítimas mortais e 23.806 casos, enquanto na África Central há 451 mortos em 21.728 infeções.

O Egito é o país com mais mortos (1.306) em 36.829 infeções, seguindo-se a África do Sul e depois a Argélia, com 724 vítimas mortais e 10.382 infetados.

Marrocos totaliza 210 vítimas mortais e 8.455 casos, a Nigéria regista 365 mortos e 13.464 infetados, enquanto o Gana tem 48 mortos e 10.201 casos.

Entre os países africanos lusófonos, a Guiné-Bissau é o que tem mais infeções, com 1.389 casos, registando 12 mortos.

Cabo Verde tem 615 infeções e cinco mortos e São Tomé e Príncipe contabiliza 611 casos e 12 mortos.

Moçambique conta 453 doentes infetados e dois mortos e Angola tem 96 casos confirmados de covid-19 e quatro mortos.

A Guiné Equatorial, que integra a Comunidade dos Países de Língua Portuguesa (CPLP), mantém há vários dias 1.306 casos e 12 mortos, segundo o África CDC.

O primeiro caso de covid-19 em África surgiu no Egito em 14 de fevereiro e a Nigéria foi o primeiro da África subsaariana a registar casos de infeção, em 28 de fevereiro.

A pandemia de covid-19 já provocou mais de 411 mil mortos e infetou mais de 7,2 milhões de pessoas em 196 países e territórios, segundo o balanço feito pela agência francesa AFP.

A doença é transmitida por um novo coronavírus detetado no final de dezembro, em Wuhan, uma cidade do centro da China.

Por Lusa

Os comentários estão fechados.

Publicidades
© 2012 - 2022: Notícias do Norte | Todos os direitos reservados.